VOCÊ GANHOU OU PERDEU NOS ÚLTIMOS DIAS?

COMO UM TRADER SE LIVRA DA VOZ INTERIOR NEGATIVA
16 de julho de 2019
COMO IDENTIFICAR TRADES MAIS SEGUROS?
19 de julho de 2019

Olá, eu sou o André Antunes e no artigo de hoje vou trabalhar uma dúvida bem recorrente para a maioria dos meus seguidores. 

A fase de aprendizado no Tape Reading não costuma ser fácil. Além das dificuldades da leitura de tela, há também o fato do trader estar sozinho no dia a dia, sem a supervisão de alguém mais experiente. Diante da complexidade da matéria e desse excesso de liberdade, quais seriam as métricas de avaliação do desempenho da fase de aprendizado?

Bem, o caminho mais lógico seria a partir do resultado que você vem obtendo. Primeiramente, avalie se você está encerrando o dia no positivo ou no negativo, mesmo operando no Simulador. O resultado em si não tem muita importância, mas ele é o ponto de partida para a definição dos próximos passos.

Detalhe: você não pode se basear no resultado de apenas alguns dias. A amostragem deve estar em torno de 15 a 20 dias de operação, o que dá em torno de 1 (mês) de atuação no mercado, ok?

De posse desses resultados, vamos agora às principais considerações que esses números revelam.

Para quem vem apresentando consistência de resultados

Se você apresenta consistência de resultados, a primeira coisa que tenho a lhe dizer é PARABÉNS! O passo seguinte é fazer uma análise crítica dos números a partir de três critérios.

O primeiro é avaliar se os resultados são fruto de pura sorte ou competência. É por esta razão que ressaltei no tópico acima a necessidade de uma amostragem de ao menos 15 dias de operação. Não dá para avaliar se é sorte ou competência quando a quantidade de operações é pequena, em torno de 3 a 5 operações/dia. Agora, se você vem construindo lucratividade em uma série operações, é provável que o resultado seja fruto do seu mérito como operador.

O segundo critério é um pouco subjetivo, mas que requer muita atenção para que não venha a criar vícios no futuro. Além de ganhar, é preciso que você esteja operando certo. Isso quer dizer que você não pode se enganar; você deve demonstrar consistência operando com o lote mínimo (1 contrato ou 100 ações) e sem “remendos operacionais”, como por exemplo fazer médio, arbitragem, trava etc.

Por fim, o terceiro e último critério está em identificar o estilo operacional que mais lhe traz resultados. Você deve ser capaz de descrever a lógica operacional do seu trade e o tipo de operação mais assertiva.

Quando você tem em mente aquilo que mais funciona em seu operacional, a tendência é que você se especialize nesse tipo de oportunidade e experimente um ganho de confiança, que o colocará na rota da conta real e do aumento de lote. Com o passar do tempo, outras oportunidades serão descobertas e você ampliará o repertório operacional. Mas é fundamental ter um porto seguro, isto é, saber claramente aquilo que te deixa mais confortável na hora de se expor no mercado.

E se não estou apresentando bons resultados?

A primeira recomendação a quem está perdendo é: tenha PACIÊNCIA! Não julgue sua performance em cima da frieza dos números. A grande maioria dos traders costuma “pegar o jeito” depois de muita prática.

O ponto determinante da análise de quem se encontra nessas condições é muito mais subjetivo do que podemos imaginar.

Quando estive com o Mike Bellafiori (trader e sócio de uma grande Mesa Proprietária nos EUA), ele me disse pessoalmente que, no começo, mais importante que o resultado de um trader é a sua vontade de ser melhor a cada dia.

A reação que você apresentar depois de um dia negativo é o que vai te colocar no mesmo caminho dos vencedores. Chorar, reclamar ou perder a razão não gera mudança de atitude. Pelo contrário, você permanecerá estático e não evoluirá.

Por isso, a recomendação é colocar foco no que efetivamente ajusta o operacional. Se você está “patinando”, deve separar o ponto em que mais vem errando. Anote se o erro cometido é de origem analítica, operacional, emocional ou apenas decorrente da imprevisibilidade do mercado. Tirar as ideias da cabeça, colocá-las no papel e definir ações é o que realmente tem potencial para gerar mudanças.

No início, o foco não é fazer dinheiro. O foco é operar certo. Julgue suas operações pela pertinência do plano de trade, e não pelo resultado obtido! O próprio Mike Bellafiori diz que desconsidera o resultado dos primeiros 6 (seis) meses de seus traders. O que ele mais dá atenção é ao empenho de cada um na correção de seus erros.

Mais uma vez: o fator determinante para o sucesso de um trader é o desejo pessoal de ser melhor a cada dia, é estar disposto a fazer tudo o que for possível para dar certo. Jamais esqueça isso!

Espero que tenha gostado de mais este artigo.

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!
André Antunes

E se você tem interesse em conhecer mais, recomendo que Matricule-se agora mesmo no Programa Gratuito Formação de Trader

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER