Como Usar o Plug-in Tape Reading – Primeiros Passos

 

SOBRE O PLUG-IN TAPE READING

Plug-in Tape Reading é a única ferramenta brasileira que possibilita elevar significativamente a taxa de acerto nas operações sem necessidade de você ser um profissional de mercado.

Através do mapeamento do fluxo dos institucionais (ordens agredidas, passivas e identificação de algoritmos) é possível identificar presença de atividade atípica, compra e venda agressiva, montagem de grandes posições e diversos outros indícios da atuação de players que fazem o mercado andar!

O Plug-in amplia a capacidade de processar dados para que você entenda o que efetivamente está movendo os preços e faça entradas no timing correto usando informações que os outros não possuem.

 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Ao contrário do que ocorre em outras bolsa, a BMFBovespa não divulga a TAG denominada “Agressor Side” e portanto, somos obrigados a identificar o agressor através de algoritmos proprietários.

Ter precisão na identificação do “lado agressor” é essencial para não cometer erros de análise, o que faz esse software diferente de outros similares.

 

ALINHAMENTO DE EXPECTATIVAS

O Plug-in pode ser utilizado tanto para validar sinais operacionais já existentes (rompimentos, por exemplo) como também para gerar novos sinais puramente baseados em fluxo.

Você vai reparar que existem diversos alertas no Plug-in e que esse tutorial não engloba todas as funcionalidades porque elas exigem conhecimento prévio.

A função de coloração automática de players não está liberada para testes.

Nesse primeiro contato com a ferramenta recomendamos que você foque somente na relação entre o fluxo de ordens e a variação de preço!

Permita-se fazer o exercício proposto (a seguir) e quebre o paradigma do preço como única fonte de informação.

Será uma experiência nova porque pela primeira vez você estará olhando duas variáveis distintas e não correlacionadas. Por exemplo, quando você olha uma média móvel, no fundo, você está olhando o preço porque a média é derivada de preço. 

 

8 PASSOS COM O PLUG-IN TAPE READING:

 

✔ 1º Passo – Depois que Plug-in Tape Reading estiver instalado sugerimos que você importe um desses layouts clicando no botão abaixo:

baixar-agora

LAYOUT PARA COMPUTADORES COM 2 TELAS

2-telas

 

LAYOUT PARA COMPUTADORES COM 1 TELA

1-tela

 

✔ 2º Passo – Gráfico Tape Reading

Abra um gráfico de 5 minutos (clique no menu “Tape Reading > “Novo Gráfico”).

novo-grafico

novo-grafico-tape-reading

Quando você der um “Zoom +” no gráfico vai perceber que existem números dentro do candlestick.

Clique com botão direito dentro de um candle, depois em “propriedades” e em seguida clique em “Tape Reading”

Desabilite todas as caixas como no exemplo abaixo, porque elas exigem um pouco mais de conhecimento de mercado.

propriedades-grafico-tape-reading

 

✔ 3º Passo – O que são os números dentro do candle?

Os números que aparecem do lado direito de cada candle representam a magnitude (em lotes) de agressões de compra, ou seja, foram lotes em que um comprador aceitou pagar o preço que o vendedor estava ofertando.

Já os números do lado esquerdo representam os lotes agredidos pelo vendedor. Ou seja, um vendedor aceitou vender ao preço que o comprador estava demandando no Book de Ofertas.

agressões

A agressão é de compra quando o comprador toma a iniciativa ou dá o fechado como costumamos dizer.

Repare nesse exemplo abaixo. Existem 60 lotes na compra a 3196,00 e 80 lotes na venda a 3196,50.

dolar 1

Se alguém enviar uma ordem para comprar 5 lotes a mercado a situação ficaria assim:

dolar 2

Repare que agora existem 75 lotes na venda a 3196,50, pois 5 lotes foram consumidos.

Repare que houve uma atualização no Times and Trades as 10:08:03 de 5 lotes negociados a 3196,50.

A agressão é de compra, pois foi o comprador (através da corretora BTG) que tomou a iniciativa de fechar um negócio contra a ordem do UBS que estava no Book (na venda) esperando a execução.

Repare na parte azul como aparece o número “5” ao lado do preço 3196,50.

Agora imagine que instantes depois, alguém decida enviar uma ordem a mercado para vender 50 lotes:

dolar 3

Repare que não há mais 60 lotes na compra a 3196,00. Sobraram apenas 10 porque 50 lotes foram consumidos. Houve atualização no Times and Trades e que existem 6 linhas, refletindo a posição e a quantidade de ordens que estavam aguardando execução a 3196,00.

A corretora JP está pintada de vermelho indicando que o agressor é de venda, pois foi o vendedor que tomou a iniciativa de fechar o negócio contra as ordens de compra que estavam esperando execução no Book de Ofertas.

Repare na parte azul, como 50 lotes foram preenchidos do lado esquerdo do candle e em frente ao preço 3196.

 

Resumindo:

Quando o comprador dá o fechado, ou aceita pagar o preço que o vendedor já está pedindo no Book de ofertas, a agressão é de compra.

E quando o vendedor dá o fechado, ou aceita vender ao preço que o comprador está pagando no Book de Ofertas, a agressão é de venda.

 

✔ 4º Passo – Como avaliar os números dentro do candle?

Isso não é uma regra, mas é de se esperar que movimentos de alta sejam acompanhados de intensa agressão de compra (registrados do lado direito do candle) e movimentos de queda sejam acompanhados de intensa agressão de venda. (registrados do lado esquerdo do candle).

Nossa sugestão inicial é que avalie esses números em alguns rompimentos.

Num rompimento de compra, se houver números significativos de agressões de compra (lado direito) a chances são maiores do rompimento vingar do que se os números forem escassos (se comparados ao histórico de cada ativo).

Existem diversas outras aplicações, como inversão de fluxo, absorção, mas que são um pouco avançadas para esse primeiro contato com a ferramenta.

✔ 5º Passo – Acrescentando os primeiros indicadores

O primeiro indicador aconselhado nessa fase introdutória é o Volume da Agressão – Saldo. Basta clicar com botão direito no gráfico (fora dos preços) e escolher a opção Volume da Agressão – Saldo.

volume-da-agressao

Esse indicador mostra o quanto teve de agressão líquida em cada candle, ou seja, são somadas todas agressões de compra (em lotes) e subtraídas pelas agressões de venda daquele candle.

Quanto maior a agressão líquida num rompimento de resistência (barra verde), maior o indício de que existem players com lote grande atuando na compra, portanto, maior tende ser a assertividade.

Rompimentos de suportes com agressão líquida negativa (barras vermelhas) também costumam dar indícios de players grandes executando ordens de venda.

O segundo indicador aconselhado é o Acúmulo da Agressão – Saldo.

Basta clicar com botão direito sobre uma área sem preços no gráfico e selecionar o nome Acúmulo da Agressão – Saldo.

acumulo-da-agressao

Este indicador nada mais é do que a somatória de toda a agressão de compra, menos toda a agressão de venda de um determinado dia. Esse é o flow agregado de um ativo.

Se o fluxo estiver positivo significa que até aquele momento dentro do dia prevalecem agressões de compra, ou seja, compradores aceitando pagar o preço de venda e consumindo liquidez de preços cada vez mais altos.

Por sua vez, se o fluxo estiver negativo significa que até aquele momento do dia prevalecem agressões de venda, ou seja, os vendedores estão tendo que aceitar vender ao preço que os compradores estão pedindo.

Você vai reparar que este indicador é um excelente termômetro sobre a direção e sobre a intensidade dos preços. Quanto mais acumulado na compra, maior é o grau de aposta na compra e quanto mais acumulado na venda maior é a aposta na venda.

Além disso, é com esse indicador que você consegue diferenciar uma retração de uma reversão de preços. As retrações são correções normais do movimento principal e geralmente são acompanhadas de pouca agressão.

As reversões por sua vez, costumam ser acompanhadas de um volume intenso de agressão.

Se concentre em acompanhar o fluxo de agressão e o grau de impacto no mercado e veja como sua percepção fica mais apurada!

 

✔ 6º Passo – Utilizando o Gráfico Tape Reading baseado em Eventos ao invés de Tempo

Em função das diversas mudanças de mercado, especialmente por conta dos algoritmos, existem diversas ocasiões em que a compilação dos dados pela cronologia temporal não é a mais adequada.

O Plug-in permite que os dados sejam compilados por vários critérios diferentes do critério temporal e o mais simples é o critério de range, ou seja, você pré-estabelece uma quantidade de ticks e assim que o mercado andar e atingir essa quantidade, o candle troca.

Para fazer um teste é só digitar o número de ticks + a letra “P”.

No dólar, por exemplo, sugerimos que digite “8p”. Ao digitar “8p”, as barras vão trocar toda vez que o mercado andar 8 ticks (ou 4 pontos) para qualquer um dos lados.

No Índice, sugerimos que digite “20P”. Como cada variação são 5 pontos, 20 variações significa que quando mercado oscilar 100 pontos, haverá troca de candle.

grafico-8p

Isso dá uma sensibilidade comparativa, pois você consegue facilmente identificar qual volume de agressão foi necessário para deslocar o mercado em “8 ticks” (4 pontos) no dólar “20 ticks” (100 pontos) no Índice.

 

✔ 7º Passo – Exercícios Propostos

Nós sabemos que a maior parte das pessoas querem sinais de compra e venda objetivos.

Entretanto, se você olhar para a ferramenta somente esperando que ela dê o sinal para comprar e vender, você perderá o maior benefício dela e que na minha opinião é a leitura do que está acontecendo no mercado.

No início, não tente saber o momento exato de comprar ou vender.

Tente perceber se quando o mercado sobe, com quanto de agressão ele sobe. Se o mercado cai, com quanto de agressão ele cai. Crie um histórico de observações para comparar e para relativizar esses movimentos.

Você vai começar perceber que alguns movimentos são acompanhados de agressão e, portanto tendem ser mais duradouros enquanto outros movimentos não apresentam o mesmo tipo de “vontade” de agredir dos participantes.

Essa ausência de agressão, na maior parte das vezes indica que não existem institucionais nesse movimento e, portanto ele não tende ser duradouro.

Pela experiência dos nossos alunos, os que mais evoluem são os que focam no processo de aprender ler mercado antes de focar em sinais!

 

✔ 8º Passo – IDENTIFICAÇÃO DE ALGORITMOS

Essa é uma função avançada e que exigiria um pouco de conhecimento de mercado, mas achamos justo que você possa testar (mesmo que não aproveite todo potencial dela nesse momento).

Primeiramente, os algoritmos que são identificáveis são os Algoritmos Low Frequency utilizados pelos Institucionais.

Eles usam algoritmos para executar suas ordens porque para minimizar os custos de execução.

Basicamente existem 5 tipos de algoritmos, são eles: TWAP. VWAP, POV, IS e MOC.

Apesar de parecer um bicho de 7 cabeças, esses algoritmos nada mais são do que critérios pré definidos para um programa fracionar uma ordem grande em diversas ordens menores. 

Cada algoritmo possui um critério de fracionamento e a escolha de cada um deles depende de vários fatores, como tamanho da ordem, urgência do operador em completar o lote todo, expectativa do operar sobre se o mercado vai cair ou subir durante o processo de execução da ordem e outros fatores.

Portanto, quando nós conseguimos identificar qual algoritmo os Institucionais estão usando nós temos 1 informações importante:

A expectativa dessas ordens (de compra/venda) continuarem e eventualmente operaremos protegidos por essas ordens.

A 1º tela que você deve acompanhar é a tela “Ranking de Ativos” através do menu “Tape Reading”.

Clique com botão direito nessa tela e depois em “propriedades” e deixe selecionado apenas as opções abaixo:

algo

Vamos focar primeiramente na identificação dos algoritmos mais fáceis (TWAP e POV) e que estão estáveis, acelerando ou desacelerando.

O clicar em OK, você deverá clicar na coluna “Saldo da Participação” para ordenar os ativos que possuem mais algoritmos (TWAP e POV) ligados na compra e os que possuem mais algoritmos ligados na venda.

Os ativos que possuem saldo da participação positivo,são os que possuem TWAP e POV ligados na compra e o critério de rankeamento é a taxa de participação, ou seja, o quanto a compra/venda representa do volume total.

Ao clicar no nome do ativo, vai abrir essa tela que mostra as informações aos algoritmos reconhecidos (não tente entender todos os campos)

 

algo-petr

 

Nos ativos em destaque acompanhe a evolução da posição líquida das corretoras para ver o grau de impacto daquele algoritmo no preço. (basta abrir um Times and Trades e selecionar a aba “Evolução no Tempo”)


A linha branca é o preço e as coloridas são a posição líquida (comprada ou vendida) das corretoras.

algo3

Alinhamento de expectativas sobre essa função que reconhece os algoritmos:


Como adiantado, ela exige um conhecimento de cada critério de fracionamento de ordens para gerar uma vantagem operacional sem precedentes.

Com esses sinais é possível pegar a ida do movimento (dependendo do tamanho e da urgência do algo em executar) e também é possível atuar contra o movimento com o algoritmo desligar (pelo menos duas horas antes do final do pregão).

Nesse teste, você estará olhando apenas 2 algoritmos (TWAP e POV – mais simples e cujas ordens ficam mais tempo ligadas) e com certa limitação de conhecimento, portanto, não tente operar esses sinais. Use esse tempo para entender a lógica de funcionamento e o impacto dos algoritmos no preço daquele ativo enquanto estão ligados.

Um ponto importante é que nem sempre que o ativo estiver ranqueado (em destaque com saldo de participação comprado / vendido) vai subir ou cair. Existem outras variáveis que você deve considerar para tirar essas conclusões.

E por fim, utilize essa função apenas em Ações e no Indice Futuro (padrão) e o motivo será tratado nos vídeos do workshop!

 

COMO OBTER MAIS INFORMAÇÕES?

Durante o período do workshop (09/10 a 22/10) você pode acompanhar os vídeos sobre fluxo de ordens e tirar suas dúvidas na área de comentários.

8WS

Se você tiver qualquer dúvida, por favor, nos escreva abaixo dos vídeos!

Grande abraço e atitude vencedora

Equipe Scalper Trader e Equipe Nelogica