O Stradivarius do Day Trade

tape-reading-daytrade

É muito provável que você já tenha algo muito importante e que já dá para começar a explorar sobre Leitura de Fluxo de Ordens. (Mas não deve saber… Lembra da definição de ponto cego? Algo que não sabe que não sabe)

Bom, pelo título você deve se perguntar, mas que tem haver Stradivarius com day trade? De fato não tem nada haver. É uma analogia que decidi fazer. Encontrei essa mesma analogia em umas buscas sobre outros temas no google e acredito que se encaixa bem no assunto que quero te apresentar.

Segundo o autor que escreveu o artigo no tal site, ele estava na casa de uma amiga violinista (famosa por sinal) e enquanto tomavam café viu um violino no chão da sala e decidiu perguntar a ela.

Abaixo segue uma cópia da conversa:

autor: “Posso te perguntar uma coisa? quanto custa esse violino?”

VIOLINISTA: “Não sei quanto custa ele agora, mas na época custou cerca de 100 mil libras (mais de 388 mil reais na cotação de hoje)”

autor: “Sério?! – Pelo amor de Deus!!!… Nem parece… ainda mais que é um violino”

VIOLINISTA: “Pois é, esse é um G. B. Cerutti de 1791 e foi comprado por um investidor e emprestado para mim… Não sei se você sabia, mas assim como tem gente que investe em quadros, existe gente que investe em instrumentos…

autor: (Pensando) “Tá aí uma coisa que eu não tinha a menor ideia que existia…”

autor: (dessa vez falando) “E você não tem medo de ser roubada?!”

VIOLINISTA: “Não… Primeiramente o violino está assegurado… Segundo,  quase ninguém entende o valor dele… E mais fácil o cara pedir o meu iphone que meu violino”

VIOLINISTA: “E digo mais, um outro investidor em instrumentos que conheci tinha um Stradivarius na sua casa… um desse deve valer por volta de 2 milhões de dólares, acho…”

VIOLINISTA: “…Um dia entrou um ladrão na casa dele e o Stradivarius estava na sala… Os caras levaram quase tudo.. DVD, TV, aparelhos de som, mas (adivinha!)… deixaram o violino… que por sinal valia mais que a casa do cara em si :-)”

O que eu gostaria que vocês tirassem dessa conversa é que muitos de vocês devem ter um Stradivarius na sala e não sabem.

Basicamente você precisa de duas telas para fazer leitura de fluxo de ordens ou tape Reading. Você precisa de um book de ofertas em tempo real (podemos falar sobre as particularidades das diferentes plataformas depois) e uma tela com histórico de execuções. É verdade que dá para aperfeiçoar, mas é importante que entenda o básico antes.

A caixa na parte superior à esquerda é o histórico de negócios. Logo abaixo vem o Book de Ofertas agrupado. Chama-se agrupado, pois todas as ordens são somadas e agrupadas no mesmo nível de preço. E na lateral direita temos o Book de Ofertas completo, onde cada linha é uma ordem.

tela tape reading

É por aqui que vemos praticamente tudo. É por aqui que conseguimos identificar de onde os preços vieram e pra onde estão indo, a velocidade da mudança de preço, quem esta ficando mais forte (compradores ou vendedores), o tamanho das ordens, velocidade entre as ordens, a persistência das ordens, a agressividade das ordens a circunstância em que elas são enviadas ou executadas (as executadas são sempre mais importantes) e por fim, podemos ter uma ideia sobre que tipo de player ou que tipo de operação esta sendo feita no mercado.

Agora eu quero te fazer uma pergunta.Você vai conseguir tocar uma bela música só por ter um Stradivarius na sala?Você precisa saber tocar! Para você tocar um instrumento primeiramente você deve começar arranhando algumas notas. Só com o tempo e corrigindo alguns erros é que você vai arranhar notas mais precisas, e aos poucos vai harmonizando uma nota com outra e por ai vai.

Na leitura de fluxo de ordens o processo é o mesmo. O instrumento (book de ofertas e histórico de execuções) muitas vezes está lá na sua frente, mas você terá que APRENDER a ver. É exatamente isso que muitas pessoas confundem. A ausência de material pertinente sobre o assunto faz com que a maioria das pessoas façam presunções não realistas de como ler o mercado por esse instrumento.

Quer que eu diga a primeira falsa afirmação que as pessoas fazem sobre olhar book de ofertas e histórico de execuções?No book de ofertas tem muito blefe! Sim, essa é um dos maiores argumentos que eu ouço contra a técnica. Mas para pensar uma coisa, se você parar de olhar o book, o blefe vai parar de existir??? Não, né! O fato de você estar olhando pelo gráfico não que dizer que esta olhando as variáveis certas (ou só asvariáveis que importam). A grande questão é você tem que aprender ver as coisas REAIS da forma correta… O blefe é real, ele existiu, pois a ordem foi para a bolsa, retornou como atualização de Market data para que esta assistindo e após ser cancelada pelo dono retornou novamente como um cancelamento para o público.

Muitos blefes podem ser identificados. E digo mais, dependendo da circunstância (essa a palavra mais importante e mais difícil de ser entendida por principiantes) um blefe pode ser a pitada que faltava para você entrar uma ótima oportunidade no mercado. Ele pode ser um sinal, porque muitas vezes te dá ideia do que aquele player esta tentando fazer (é só saber o que olhar e como olhar!).

Antes de finalizar vou falar sobre mais uma falsa afirmação sobre a utilização do book e histórico. Para pensar uma coisa: qual a primeira coisa que você buscaria olhar num book de ofertas? (local onde você visualiza a quantidade de ofertas na compra e na venda ordenados por nível de preço).

Pela minha experiência operando e ensinando outros traders a se tornarem consistentes a primeira coisa que um leigo olha é a quantidade de compra comparada à quantidade de venda no book de ofertas. Será que isso faz sentido? Bom, mais compra do que venda pela lei da oferta e demanda faz com que teoricamente os preços subam, correto? Bom, infelizmente não é bem assim. De novo, depende da circunstância. As vezes sim, mas muitas vezes não.

Nós ensinamos justamente esses pontos chave nos cursos que eu e o Hanna ministramos pela Scalper Trader (na verdade nos cursos que dávamos desde 2009 quando participamos da formatação do Educacional da Interfloat – hoje XP Interfloat). Mas, fique tranquilo porque nós estamos nos empenhando para que você tenha acesso ao melhor conteúdo gratuito sobre Tape Reading (Leitura de Fluxo de Ordens) aplicado a day trade no Brasil.

É o mínimo que podemos fazer para você. Acredito ser uma troca justa. Nós fornecemos conhecimento básico e gratuito para que você tenha informação suficiente para descobrir e decidir se day trade é realmente para você. Se depois você quiser se especializar você sabe onde nos procurar.

Espero que tenha gostado.

Grande abraço e Atitude Vencedora!

André Antunes

P.s. Fique atento ao seu e-mail, pois o André Hanna deve mandar um artigo (ainda bem básico) de como ler o fluxo das ordens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo