RASTRO

É o termo que usamos para tentar identificar que um price maker está atuando na compra ou na venda. Basicamente há três formas de deixar rastro:

A Primeira delas é “mostrar a cara” no Book de Ofertas, ou seja, colocar uma ordem relevante com real intenção de comprar ou vender. Repare na primeira ordem de compra, enviada através da Gradual por um determinado player:

rastro

No próximo print note que a mesma corretora agrediu toda a venda a R$ 0,31 e largou saldo de 52.500 lotes. Não podemos afirmar, mas tudo indica que foi o mesmo player que pagou os 100.000 a R$ 0,30 e que o lote dele é 100.000, pois agrediu 47.500 lotes que tinha e ficou pagando 52.500. Agredir o que tem na fila e largar o saldo é uma das formas de deixar rastro.

rastro-1

 Por fim a última forma de deixar rastro é olhar os agressores no Histórico de Execuções. Aliás, essa é a forma mais fiel de saber o que os players price makers estão fazendo. Nós costumamos dizer que o mercado todo se profissionalizou, ou seja, até o price maker está preocupado em não deixar rastro.

Dessa forma é raro perceber um player com real intenção no Book de Ofertas e é raro ver saldo na compra/venda após agressão, pois esses players cada vez mais estão enviando ordens diretamente de plataformas DMA e se munindo de ordens específicas.

 

Quer conhecer outros Jargões utilizados pelos traders profissionais?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente um exemplar do Ebook “Jargões do Trader”.
Faça o Download do Ebook Gratuito Agora!