O que é o Ibovespa?

O que é tubarao e sardinha no mercado financeiro
O que é tubarão e sardinha no mercado financeiro?
8 de outubro de 2019
Como funciona o mercado financeiro
Como funciona o mercado financeiro?
10 de outubro de 2019
IBOVESPA

Se você já acompanha as notícias referentes ao mercado financeiro há algum tempo, certamente já deve ter ouvido falar várias vezes no IBOVESPA. Geralmente, essas notícias vêm associadas a algum percentual de subida ou descida da bolsa de valores, como quando se ouve falar que a bolsa teve uma queda de 0,75% no dia, ou que subiu 2% após alguma notícia econômica favorável.

           Mas o que exatamente é o IBOVESPA? E por que ele é tão usado para retratar o desempenho do mercado como um todo?

Como se forma o índice Ibovespa?

            O índice Ibovespa é calculado tomando como base a cotação das ações que representem, pelo menos, 85% do volume total negociado na B3. Além disso, a cada 4 meses a composição do índice é reavaliada de modo a refletir eventual mudança no mercado, havendo também mais alguns critérios para que uma ação possa ser englobada pelo Ibovespa:

– ter sido negociada em pelo menos 95% dos pregões nos últimos 12 meses;

– precisa ter uma participação de pelo menos 0,1% no volume de negócios realizados no mesmo período.

            Esses requisitos objetivam gerar o índice de negociabilidade para cada ação, como um dos critérios definidores que permitirão a esta ser inclusa ou não no Ibovespa. De todo modo, nenhuma ação pode, sozinha, ter um peso maior do que 20% na composição do índice.

            Vale lembrar também que existem certas condições que podem excluir uma ação da possibilidade de integrar o índice, como ações de empresas que entrem em processo de recuperação judicial e ações cuja cotação no mercado caia abaixo do patamar de R$ 1,00 por ação.

Para que serve o Índice Ibovespa?

            A principal utilidade do Ibovespa é servir como um benchmark, ou seja, um parâmetro, para a função do mercado como um todo. Devido ao grande peso no volume total de negociação da bolsa das ações que o compõem, o desempenho do Ibovespa reflete, com baixa margem de erro, o desempenho da própria Bolsa de valores brasileira.

            Assim, quando ouvimos falar que “a bolsa” ultrapassou os 100.000 pontos significa dizer que as ações que compõem o índice Ibovespa, em suas devidas proporções, atingiram em conjunto uma cotação acima dos R$100.000,00, já que cada ponto do índice oferece um guia bastante claro e rápido para perceber como anda o cenário atual das principais ações do mercado.

            Outra função interessante do Ibovespa é servir como uma forma passiva de investimento. Como o Ibovespa reflete em larga medida o desempenho do mercado como um todo, e é sabido que a longo prazo a bolsa de valores tende a ser a melhor forma de investimento, um investidor que não esteja muito afim de ter trabalho pesquisando empresas pode simplesmente comprar as ações que compõem o índice, ou mais comumente, comprar um fundo de índice, e deixar o dinheiro lá a longo prazo, enquanto se aproveita do crescimento da bolsa de valores ano após ano com um risco relativamente baixo.

         Já para traders, o Ibovespa fornece uma orientação clara para as ações de maior liquidez do mercado, algo sempre importante de ser considerado pelo trader quando ele decide qual ativo operar. Além disso, também é possível operar o próprio índice, através de ETF’s – cotas de fundo de investimento que são negociadas em bolsa – que acompanhem o desempenho do índice, como é o caso do BOVA11, por exemplo.