O QUE É ESPECULAÇÃO FINANCEIRA?

Forex
O que é o Mercado Forex?
30 de setembro de 2019
Preciso saber matemática para operar
PRECISO SABER MATEMÁTICA PARA OPERAR?
2 de outubro de 2019

Você provavelmente já ouviu falar que o Trader é um especulador. Se você ainda não está muito habituado aos jargões do mercado, talvez essa afirmação possa ter suscitado um sentimento negativo em você, que o fez associar automaticamente a ideia de especulação, ou de um especulador, a algo necessariamente ruim, imoral e até mesmo ilegal.

            Mas será que é realmente assim? Às vezes, é comum que nos deixemos levar pelas primeiras percepções criadas por nosso cérebro, sem investigar a real definição do conceito. Levando em conta as notícias sobre o mercado financeiro divulgadas pela grande mídia ao longo dos últimos anos, nas quais a palavra especulador é sempre associada à “fraude”, “crise econômica”, entre outras com acepção claramente negativa, não é de se surpreender que a maior parte das pessoas enxergue a especulação financeira como algo desonesto e do qual elas deveriam manter distância.

            Por isso, hoje vamos derrubar esse mito e te mostrar o outro lado da moeda pois, talvez, uma das razões pelas quais você ainda não tenha atingido a liberdade financeira seja exatamente por olhar com preconceito para a ideia de especulação.

O que é?

            Especular nada mais é do que negociar com um determinado ativo, comprando ou vendendo-o, buscando maximizar o seu potencial de lucro em cada operação. Nesse sentido, um comerciante pode ser considerado um especulador dos produtos que vende, já que ele está sempre interessado em vendê-los na maior quantidade possível e pelo melhor preço que os seus consumidores aceitarem pagar.

            Será que isso torna esse comerciante uma pessoa ruim? É claro que não! Afinal, se não houver pessoas que aceitem assumir o risco de produzir um bem e distribuir aquilo para o mercado em troca de lucro, você também não terá acesso aos bens de que necessita e, em uma escala maior, o próprio desenvolvimento da sociedade ficaria prejudicado.

            Com o especulador do mercado financeiro, a mesma lógica se aplica. Ele é a razão de existência do próprio mercado. Quem dá liquidez às Bolsas de Valores ao redor do mundo são os especuladores, que estão ali diariamente negociando papéis e permitindo que todos os participantes do mercado – não somente eles – tenham a possibilidade de entrarem e saírem do mercado a hora que quiserem, com apenas algumas exceções. Além disso, é a especulação constante em ativos que permite que o mercado possa funcionar como um mecanismo de precificação para os ativos. Com um volume baixo de negociação seria impossível saber quanto cada papel realmente vale no momento da transação.

            Imagine se só existissem investidores na bolsa de valores, ou seja, pessoas que comprassem ações com o fim de ser sócio da empresa em questão e que visassem a manter essa posição por anos a fio. Mesmo se você fosse também um investidor, seria muito difícil sequer começar a investir, já que teria que contar com a sorte de ter alguns dos detentores das ações que você deseja comprar vendendo seus papéis no mesmo período. Considerando que cada um mantivesse esses papéis em carteira por um período médio de 5 anos, qual seria a probabilidade de você adquirir essas ações com tranquilidade? Certamente minúscula.

            Um mercado rico em especuladores, por outro lado, te dá a chance de montar sua carteira sem grandes transtornos. Além disso, se você quiser se desfazer de algum ativo, pode vendê-lo facilmente, como acontece na maioria das vezes em que a quantidade adquirida não é tão grande.

 Por que a especulação pode ser o caminho?

            O preconceito que o grande público tem com o termo especulação/especulador pode, pelo menos em parte, ser atribuído ao preconceito que em geral se atribui à ideia de querer ganhar muito dinheiro e enriquecer – especialmente em países menos desenvolvidos como o Brasil -, como se isso fosse algo inerentemente imoral.

            Acontece que essa mentalidade é extremamente nociva para quem tem o desejo de atingir a independência financeira. O especulador financeiro, ou trader, nada mais é do que um comerciante de ativos financeiros e desempenha um papel de fundamental importância para o mercado e mesmo para a sociedade, como já demonstramos. Quando você fecha os olhos para isso, talvez esteja abrindo mão daquilo que seria o caminho para o seu enriquecimento.

            É claro que especular da maneira correta ou, em outras palavras, ser um trader consistente, exige o desenvolvimento de algumas habilidades. Por isso mesmo, queremos te convidar para conhecer o nosso Workshop gratuito FORMAÇÃO DE TRADER, um programa de 4 semanas que pode te dar a base que você precisa para iniciar no fascinante mundo da especulação financeira.