O QUE É ALUGUEL DE AÇÕES?

Preciso saber matemática para operar
PRECISO SABER MATEMÁTICA PARA OPERAR?
2 de outubro de 2019
Como ganhar 1000 reais por dia
Como ganhar 1000 reais por dia?
4 de outubro de 2019
Aluguel de ações

Para a maior parte das pessoas, as operações no mercado financeiro se resumem a compra, quando se julga que o preço do ativo irá subir, e venda, quando o julgamento é no sentido de que o preço daquele ativo irá cair.       

            Entretanto, o universo do mercado financeiro é muito mais abrangente do que isso e o leque de operações que podem ser montadas para aproveitar os inúmeros cenários do mercado é quase inesgotável.

            Para te dar uma ideia do que é possível, no artigo de hoje falaremos de um instrumento que abre diversas possibilidades de operação: o aluguel de ações.

Como funciona?

            O funcionamento do aluguel de ações é parecido com o aluguel de qualquer outro bem, como uma casa, por exemplo. São necessárias duas pessoas: o doador e o tomador. O doador é o proprietário das ações, já o tomador é quem as aluga por um prazo determinado, mediante o pagamento de uma taxa acordada. Vencido o prazo estabelecido, o tomador pode renovar o aluguel ou devolver as ações.

            Mas quais os benefícios desse tipo de operação? 

            Para o doador (o proprietário das ações), que normalmente são investidores de longo prazo sem interesse de vender as ações, o aluguel garante um rendimento acional (a taxa paga pelo tomador), sem prejuízo dos demais proventos (dividendos e JCP). Portanto, é uma forma de garantir um retorno extra sobre o capital aplicado, enquanto esperam uma valorização expressiva no preço das ações que adquiriram. Quanto ao risco envolvido, este é praticamente inexistente, uma vez que a própria Bolsa, através da CBLC, atua como contraparte do negócio, e o tomador.

            Já para o tomador, a vantagem está em se aproveitar de uma eventual queda no preço das ações no curto prazo, sem a necessidade de ter de adquirir os papéis. Uma vez alugadas as ações, o tomador as vende no mercado para depois recomprá-las a um preço mais baixo. A diferença entre o valor da venda e o de recompra é o seu lucro, do qual são ainda subtraídas a taxa do aluguel e os demais custos cobrados pela corretora. Essa operação recebe o nome de venda a descoberto.

Para quem é indicado o aluguel de ações?

            Ele é indicado para traders mais experientes. A vantagem do aluguel de ações está atrelada à habilidade em executar vendas a descoberto com eficiência, lucrando com a queda no valor da cotação. Entretanto, essa é uma operação bastante diferente da compra/venda tradicional, cujo objetivo é a venda das ações a um preço maior do que o de compra. Além disso, ela carrega alguns riscos que a torna desaconselhável, caso você não seja um trader experiente.             Primeiramente, você deve considerar que ao executar uma venda a descoberto, o potencial para perdas também tende a ser maior do que em operações comuns. Quando você aluga ações, se obriga a devolvê-las na data estipulada independentemente do valor que atingirem no mercado, ou seja, caso sua previsão esteja incorreta e o mercado subir ao invés de cair, você amargará um prejuízo que pode ser potencialmente ilimitado, já que estratégias como o stop loss são mais difíceis de serem aplicadas em vendas a descoberto.