METAJOGO: O SEGREDO DOS TRADERS PROFISSIONAIS NA BOLSA DE VALORES – PARTE 2

Como evitar grandes perdas no Day Trade?
METAJOGO: O SEGREDO DOS TRADERS PROFISSIONAIS NA BOLSA DE VALORES – PARTE 1
17 de julho de 2020
Como evitar grandes perdas no Day Trade?
PREPARANDO-SE CORRETAMENTE PARA ENCARAR O DAY TRADE
17 de julho de 2020

Olá, eu sou o André Antunes e agora darei continuidade ao tema do artigo anterior, desde já explicando o conceito de metajogo. Bem, de maneira simples, metajogo é o jogo dentro do jogo! Significa observar o campo de atuação e encontrar vantagens competitivas levando em conta não só a própria experiência, como também as estratégias dos adversários.

Vamos deixar um pouco de lado o mercado. Um exemplo claro do que seria o metajogo foi o que ocorreu na disputa de cinturão dos pesos médios do UFC entre Anderson Silva e Vitor Belfort. Depois de analisar dezenas de lutas, o Anderson Silva percebeu uma brecha na base de luta do Vitor Belfort. Ele notou que o seu oponente deixava um vão entre suas mãos quando em posição de luta. Usando essa brecha, Anderson Silva treinou um chute frontal especial que partia do chão e atingia, com a sola do pé, o queixo do adversário, utilizando exatamente o vão entre as mãos que Vitor Belfort apresentava. O resultado de todo esse estudo? Uma das vitórias mais marcantes do UFC!

Se transferirmos o mesmo conceito de estudo de participantes para o mercado financeiro, o metajogo começa justamente por reconhecer a diferença de potencial financeiro que os participantes possuem. Como você viu no artigo anterior, há participantes no mercado cujo capital disponível é infinitamente maior que o de uma pessoa física. E qual a consequência disso?

Simplesmente que esses participantes vão, de fato, impactar o preço. O volume financeiro que esses grandes players aplicam na Bolsa faz com eles tenham que aceitar negociar em mais de um nível de preço, pois não há oferta suficiente em um único patamar. A consequência dessa atuação é justamente o deslocamento de preço. Sendo assim, podemos dizer que são os grandes players o fator de causalidade sobre as grandes movimentações de preço no mercado.

Mas por que essa informação é importante? Simplesmente porque, aprendendo a identificar a atuação de um grande player, você pode se valer do fluxo gerado por ele no mercado, para também operar esse movimento e obter lucro no day trade.

 Só que todo fluxo de pessoa jurídica é uma oportunidade?

Quem faz o mercado?

Antes de responder a essa pergunta, vou deixar claro os três passos que compõem o entendimento do metajogo. São eles:

  1. O conhecimento das regras de negociação: diz respeito ao conhecimento da microestrutura de mercado, como o mercado funciona, quais os tipos de ordens possíveis de executar no mercado e como ocorre o processo de formação de preço.
  2. Quem são os participantes e como eles operam: significa entender como os participantes executam suas ordens no mercado e quais são os que efetivamente corroboram para haver deslocamento de preço.
  3. Identificar uma ineficiência nessa atuação: significa enxergar o rastro desses participantes e se aproveitar da sua presença no mercado para também atuar no movimento.

Percebe como você está dando um passo além no mercado? Aprofundando esse tipo de conhecimento, você deixa de ter uma noção simplista do mercado, para ser mais criterioso e estratégico. É justamente isso que significa o metajogo, ou seja, buscar informações e comportamentos que aumentarão a eficiência da sua atuação e melhorarão os seus resultados!

Como explicado no último item, o conceito central do metajogo do mercado é levar em conta na nossa tomada de decisão a estratégia executada por outro participante. Mas não um participante qualquer. Tem que ser um grande player com capital suficiente para deslocar preço. Esse player é o que chamamos de price maker, pois ele realmente faz o mercado.

É por isso que eu utilizo o Tape Reading para ler o mercado. O Tape Reading nada mais é do que o estudo das ordens enviadas ao mercado, de modo a identificar comportamentos de participantes que apresentam probabilidade de deslocar preço. Ao identificar uma atuação relevante, reagimos a ela para aproveitar a oportunidade que ela proporciona.

Se você parar para pensar, o day trade nada mais é do que um jogo sequencial. Ganhamos dinheiro quando compramos barato e vendemos caro, ou então quando vendemos caro e recompramos barato. Falando em números, no caso de uma operação comprada, o lucro vem quando o preço sai do 1 e vai para o 5, ou, sendo uma operação vendida, quando sai do 5 e vai para o 1. Para que essas movimentações ocorram, é fundamental a presença de alguém disposto a consumir a liquidez disponível nesses níveis de preço. Se não tiver alguém disposto a pagar mais caro ou vender mais barato, não há deslocamento de preço. Entende agora por que é tão importante operar contando com a presença de um price maker no mercado? Somente esse tipo de participante é que tem capital suficiente para consumir liquidez em mais de um nível de preço.

Mas quem são os price makers? Como eles decidem comprar ou vender no mercado?

Participantes diferentes, mesma competição

Bem, acredito que você entendeu que se, por exemplo, o mercado está 1 com 2 e ninguém aceitar negociar nesses níveis, o preço não vai sair disso e, portanto, não vai se movimentar. Para o mercado andar, é preciso que alguém ceda e negocie no 1 ou no 2 e continue consumindo liquidez nos níveis subsequentes (3, 4, 5, 6 etc.).

Pois bem, o motivo que leva um price maker a pagar mais caro ou vender mais barato nós nunca saberemos, porque esse tipo de participante toma suas decisões numa esfera privada, de acesso restrito, com base em fatores macro fundamentados. Somente o gestor e sua equipe de analistas têm esses dados.

Mas na hora de executar o plano de ação, essa análise vem para o mercado na forma de uma ordem. Como o volume de capital é grande, esse grande player terá que picotar o lote, executando um pouco por dia. Suas ordens são perceptíveis na tela e, analisando a urgência da execução, o tamanho das ordens e a persistência, é possível notar o deslocamento de preço que ele causa. Sendo assim, os price makers são os participantes que apresentam fluxo persistente e sequencial, cuja magnitude é capaz de movimentar o preço. A nossa função, como pessoa física, não é bater de frente com esse fluxo, mas sim reagir adequadamente à presença dele no mercado.

Portanto, esse é o metajogo do mercado. É desenvolver uma mentalidade que enxergue o day trade como uma disputa, uma competição de mente contra mente, cujo vencedor é o aquele que aprende a ler o jogo sequencial do trade, isto é, que analisa o filme todo: o início, o meio e o fim de um movimento, quase sempre causado pela presença de um price maker no mercado. Feito isso, é só reagir com base no que é mais provável de acontecer, sempre respeitando o gerenciamento de risco mais adequado.

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!

André Antunes

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER

Como o conhecimento do metajogo do mercado pode fazer a diferença no seu operacional? Quais os passos necessários para ter acesso a esse conhecimento tão importante?

No artigo de hoje, darei continuidade ao ensinamento do que é o metajogo e por que esse conhecimento será fundamental no seu desenvolvimento como trader.

Além do conceito, vou explicar quais as etapas necessárias para você ter acesso a essas informações e como isso vai ajudá-lo a obter melhores resultados no day trade.

Portanto, sem delongas. Se você deseja completar o seu estudo e incorporar o metajogo à sua estratégia, clique agora mesmo no link abaixo e confira o artigo de hoje! 

Grande Abraço e Atitude Vencedora!

André Antunes