METAJOGO: O SEGREDO DOS TRADERS PROFISSIONAIS NA BOLSA DE VALORES – PARTE 1

Como evitar grandes perdas no Day Trade?
A MELHOR E MAIS RENTÁVEL PROFISSÃO DO MUNDO
17 de julho de 2020
Como evitar grandes perdas no Day Trade?
METAJOGO: O SEGREDO DOS TRADERS PROFISSIONAIS NA BOLSA DE VALORES – PARTE 2
17 de julho de 2020

Olá, eu sou o André Antunes e no artigo de hoje eu quero começar a desmistificar uma das maiores falácias sobre o Mercado Financeiro: que a Bolsa de Valores é movida por uma competição de “Tubarões” contra “Sardinhas” (Tubarão x Sardinha).

Se você já tem algum contato com o mercado financeiro, certamente já ouviu essas terminologias. Mas se por ventura, você nunca ouviu esses apelidos, fique tranquilo que ao longo do texto eles ficarão mais claros, ok?

Antes de tudo, eu gostaria de começar falando sobre algo que nós, seres humanos, estamos sempre buscando: igualdade. Você já reparou quantas são as lutas que a sociedade trava por igualdade? Mas não é só igualdade de direitos que as pessoas buscam. É comum eu ou você nos inspirarmos em pessoas que já atingiram certo patamar para então, nós mesmos irmos à luta e buscar esse mesmo nível.

Mas na prática, por mais que nos esforçamos, alguma diferença, por menor que seja, ainda será notada. E o mesmo ocorre na Bolsa de Valores: por mais que as regras e o acesso ao mercado sejam iguais para todos, os outros participantes não são e nem operam como você!

Quem faz o mercado?

Sei que isso pode parecer estranho, mas é a realidade. Quando analisamos os números, isso fica ainda mais evidente. Vamos pegar o segmento Bovespa como exemplo: se olharmos as informações divulgadas pela B3 sobre o volume financeiro negociado nesse mercado, veremos que as Pessoas Físicas são responsáveis por 10 ou 20% desse total. Essa variação ocorre em função da atratividade do mercado de renda variável, que varia conforme os rumos da economia: quanto mais atrativa, maior será o número de pessoas migrando para a renda variável em busca de uma maior rentabilidade. Em contrapartida, havendo recessão, é comum as pessoas procurarem a renda fixa em busca de segurança.  Atualmente, a presença de Pessoas Físicas no segmento Bovespa está em torno de 17%.

Como você pode perceber, essa porcentagem não é suficiente para movimentar o mercado. O que poucas pessoas param para pensar é que 80% de todo o dinheiro que está circulando na Bolsa provém de Pessoas Jurídicas (basicamente Fundos de Investimento e Tesourarias de Bancos). São esses participantes os donos do dinheiro!

No mercado futuro, essa realidade é ainda mais discrepante: a participação de Pessoas Físicas chega, no máximo, a 12% do volume financeiro negociado. Isso significa que 90% de todo o dinheiro circulante provém de Pessoas Jurídicas, e a maior parte coloca esse capital em operações day trade.

Diante dessa realidade, eu gostaria que você parasse e refletisse: você acha mesmo que um Tesoureiro de Banco, que tem em média 250 milhões de reais para aplicar, está mesmo preocupado com o seu 1 contrato do mini dólar ou com o seu lote de 1.000 ações da Petrobrás?

É claro que não! É por isso que a verdadeira luta do mercado não é Tubarão x Sardinha, mas sim Tubarão x Tubarão. As sardinhas simplesmente são parte do sistema, sem poder algum para influenciar os rumos do mercado.

Participantes diferentes, mesma competição

Essa briga de tubarões tem por objetivo a rentabilidade. É um Fundo tentando bater um benchmark (índice de referência), entregando uma rentabilidade maior que o concorrente. O mesmo ocorre entre as Tesourarias dos Bancos.

 E por que existe essa disputa? Porque quanto maior a rentabilidade de um Fundo, maior será a captação de novos clientes, que por sua vez trarão ainda mais dinheiro para o Fundo. A performance do gestor é referência para captação de novos clientes. Com isso, o Fundo mais rentável é o que tende a captar ainda mais recursos para o ano seguinte!

Nós, pessoas físicas, estamos no meio dessa disputa. É nesse ambiente hostil que também vamos ganhar dinheiro, disputando o mesmo espaço que esses grandes participantes. No mercado, não temos categorias como ocorre, por exemplo, no pôquer. Ali, os participantes são separados de acordo com seu o tamanho financeiro. É por isso que há mesas de R$ 100,00, R$ 200,00, R$ 500,00, R$ 1.000,00, R$ 10.000,00 e assim por diante.

No mercado isso não existe! O participante que está buscando seus R$ 100,00 estará disputando o mesmo espaço que aquele que está buscando 1 milhão, 2 milhões ou mesmo 10 milhões. Se você não estiver bem preparado, pode ter certeza que esse “tubarão” machucará você!

Mas como vencer essa batalha? Como é possível se aproveitar dessa briga de gigantes?

É aí que entra o conhecimento do metajogo. Para não me alongar e tornar a leitura cansativa, vou deixar os detalhes para o próximo artigo. Além do conceito, vou te explicar o que você precisa fazer para trazer esse nível de compreensão para o seu jogo. Portanto, fique atento ao próximo artigo, ok?

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!

André Antunes

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER

Você acredita que todos os participantes do mercado são iguais? Que peso uma pessoa física tem no volume financeiro total negociado na Bolsa de Valores?

No artigo de hoje, vou demonstrar em números quem são os participantes que realmente mandam no mercado. Farei isso para acabar de vez com a falácia de que todos os que estão no mercado são iguais.

Você entenderá de uma vez por todas que a verdadeira disputa no mercado não é Tubarão com Sardinha, mas sim Tubarão com Tubarão, um tentando morder o outro na briga para ganhar mais dinheiro.

E não se engane: ainda que existam diferenças, se você deseja vencer no day trade, será preciso aceitar essa realidade e fazer valer o seu espaço junto a esses tubarões. É por isso que é tão importante conhecer o metajogo do mercado.

Se você deseja entender quem são os participantes que movem o mercado e por que esse conhecimento fará diferença no seu jogo, não deixe para depois: clique agora mesmo no link abaixo e confira o artigo de hoje. 

Grande Abraço e Atitude Vencedora!

André Antunes