HISTÓRICO DE NEGÓCIOS

Histórico de negócios ou Times & Trades é o nome da tela através da qual a bolsa publica os negócios que foram realizados em determinado ativo.

Apesar de a mensagem emitida pela bolsa conter várias outras informações, as plataformas costumam resumir a mensagem de negócios em: data/hora, lote negociado, preço do negócio, corretora que comprou e corretora que vendeu. Segue na imagem:

O Histórico de Negócios é determinante para traders que fazem leitura do fluxo de ordens.

Esta tela em conjunto com o Book de Ofertas (agrupado e completo) mostra praticamente 1 tudo o que é necessário para se operar.

No Book de Ofertas olhamos intenção dos players, que tipo de player está presente e a forma com que estão atuando. Entretanto, o fluxo agredido, que é o determinante, só pode ser percebido olhando o consumo de liquidez das ordens do book e que vão para o Histórico.

Preste atenção ao exemplo, passo a passo a seguir:

Esse primeiro print foi tirado no mercado de Dólar Futuro. Na parte esquerda inferior está o Book de Ofertas agrupado, na parte esquerda superior está o Histórico de Negócios e na parte direita está o Book de Ofertas completo.

historico-de-negocios-1

Imagine que alguém envie uma ordem a mercado para vender 100 lotes a R$ 2,246.00. Olhe o que vai acontecer:

historico-de-negocios-2Repare que as ordens que estavam na compra foram consumidas e que o total acumulado na compra a R$ 2,246.00 caiu de 305 para 205. Agora repare o próximo print mostrando a atualização desses negócios no Times & Trades:

historico-de-negocios-3

Repare que as 10:08:03 ficam registrados os negócios agredidos. Agora vamos fazer algumas considerações:

– Na realidade, o processo descrito acima ocorre de uma vez só, ou seja, sua tela não vai mostrar um vazio (segundo print) e depois uma atualização no histórico (terceiro print). Fizemos o passo a passo para facilitar o entendimento.

– Perceba que não apareceu um negócio de 100 lotes no histórico, e sim uma somatória de vários lotes que integram 100. Isso porque a bolsa respeita a composição prévia da fila de compra que foi agredida, e registra fielmente em cada linha as ordens que estavam no Book de Ofertas.

– Repare que está escrito “Agressor” abaixo da coluna “Vda” no Histórico de Negócios (que indica o nome da corretora que vendeu). Nesse caso, colocamos a palavra “Agressor” para facilitar o entendimento de que foi uma agressão de venda ao comprador e, portanto, o agressor é o vendedor. Outra consideração importante é que no lugar da palavra “Agressor” aparece o nome de uma única corretora, que foi justamente através da qual algum player enviou uma ordem para vender 100 lotes.

Esse foi um exemplo de uma agressão de venda para demonstrar a necessidade de se olhar o Histórico de Negócios em conjunto com os books agrupados e completos.

Por fim, a título de curiosidade, o significado de tape reading (ou Análise de Fluxo de Ordens) tem esse nome porque os operadores chamavam de “Tape” ou “Fita” uma antiga máquina que imprimia todos os negócios realizados e as melhores ofertas de compra e venda.

historico-de-negocios-4

Essa antiga habilidade em ler o mercado ainda é muito eficiente, porém este conhecimento é detido por poucos.

[1] Digo “praticamente” porque nem toda informação relevante para operar está na tela. Existe um conhecimento que não está na leitura de tela que é denominado metajogo, ou seja, usar de uma informação ou conhecimento que não está no jogo para  obter vantagem.

 

Quer conhecer outros Jargões utilizados pelos traders profissionais?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente um exemplar do Ebook “Jargões do Trader“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo