COMO FAZER A GESTÃO DE RISCO NO TRADING?

scalping sempre funciona?
SCALPING SEMPRE FUNCIONA?
29 de agosto de 2019
porque a maioria dos traders fracassa
POR QUE MAIS DE 90% DOS TRADERS FRACASSA?
2 de setembro de 2019

            Uma das etapas fundamentais de qualquer método de trading bem-sucedido e que muitas vezes acaba não sendo abordada com a devida atenção é a gestão de risco. Nem o melhor método de operação no mundo é capaz de garantir que você acerte sempre. Portanto, ter uma estratégia para garantir que você perca o menos possível nos trades que derem errado é indispensável para sua sustentabilidade a longo prazo.

            Longe de ser um artigo exaustivo sobre o tema, vamos falar apenas sobre alguns requisitos básicos da gestão de risco para que você não opere sem qualquer mecanismo desse tipo.

O Stop Loss

            O stop loss, ou simplesmente stop, é a sua ferramenta primordial para evitar que um trade perdedor cause prejuízos grandes demais, possibilitando o trader a continuar operando ao longo do dia.

Em geral, o stop será uma ordem de venda programada automaticamente no seu Home broker e ativada a partir do momento que o preço do ativo negociado descer abaixo do patamar estabelecido. É possível também o stop manual, pelo qual você mesmo se desfaz do ativo caso ele caia abaixo do patamar definido. Desnecessário dizer que este segundo método é totalmente contraindicado para traders menos experientes, que provavelmente não terão o psicológico devidamente desenvolvido para operar e, na prática, vão casar com o trade na esperança de que o mercado volte, hipótese esta que é a receita exata para sofrer prejuízos atordoantes no trading.

Podemos falar, de modo geral, em dois tipos de Stop. O primeiro é o stop por payoff, no qual o critério utilizado é a meta de ganho superior ao que você aceita perder. Por exemplo, se você deseja um payoff de 4 para 1, pode ter uma meta de ganho em um trade de 200 pontos e um stop de 50. Esse tipo de stop é mais indicado para os casos em que o trader acerta um número de vezes mais ou menos igual ao que erra, fazendo com que a relação de ganho para perda do payoff trabalhe a seu favor.

Outro método comum é o stop por assertividade que, em certa medida, é o oposto do primeiro. Nele você programa um stop maior do que a meta de ganho, partindo da pressuposição de que você ganhará um número de vezes muito maior do que perderá, o que garante a rentabilidade no final do dia. Devido à alta taxa de acertos do scalping bem executado, esse método tende a ser mais apropriado para quem opera dessa forma.

Tamanho do lote

            Outro ponto importante da sua estratégia de gestão de risco é o tamanho do lote operado. Isso porque mesmo com um stop bem definido, alguns deles em sequência podem acabar quebrando a conta com um lote grande demais.

            O tamanho do lote negociado vai variar de trader para trader, sendo recomendável que iniciantes operem sempre com tamanhos menores, talvez até mesmo o lote mínimo permitido. Outro ponto importante, e que se aplica a qualquer trader, é reduzir o tamanho do lote em momentos atípicos do mercado, principalmente em situações de altíssima volatilidade, como ocorre, por exemplo, quando há divulgação de uma notícia altamente relevante.

Evitando o bloqueio emocional

            Se você já opera, com certeza já teve dias péssimos, nos quais você enviou ordens sem critério algum, de forma aleatória e depois ficou com raiva do mercado quando as perdas fatalmente vieram. Esse é o chamado bloqueio emocional do trader, que é bastante comum em quem ainda está no início da jornada, e é fundamental aprender a lidar com ele para gerir seu risco de modo completo.

            Se você percebe sinais de irritação ao operar e seu cérebro começa a dar “tilt”, pare de operar imediatamente. Isso mesmo, apenas feche a tela e pare, pois não vale a pena forçar a barra nessas situações. Com o tempo, você perceberá que o controle emocional será cada vez maior e essas situações serão bem raras.

Meta diária

            Por fim, outro ponto de grande importância na gestão de risco e que se relaciona com o anterior é ter uma meta diária de ganho. Uma vez que você atinja essa meta, apenas pare de operar e comece novamente no dia seguinte. Isso é importante porque operar sem uma meta definida, faz com que o trader comece a cometer erros em sequência, transformando o que seria um excelente dia em um dia perdedor.

            Na mesma linha, também é interessante estabelecer um limite diário de perda, após o qual você simplesmente para de operar, reconhecendo que não está bem naquele dia. De nada adianta ter um bom stop por operação se você acumular uma sequência de trades ruins e amargar uma perda gigantesca no fim do dia. Daí a importância de saber parar quando você esta errando demais.