DIRECIONAL

O mercado sobe e desce a todo instante e dependendo do ativo, é comum assistirmos a oscilações bem expressivas de preços todos os dias. Entretanto, por mais que um ativo suba ou caia em determinado dia, ele não costuma fazer isso em linha reta.

É comum que o mercado faça correções contrárias ao movimento principal. Essas correções ocorrem por diversos motivos, e a microestrutura é a “ciência” que procura estudar esse processo de formação e descoberta de preço.

Existem ativos mais direcionais que outros, assim como a forma de oscilar de cada ativo também varia em função dos players e do tipo de operação que estão fazendo em determinado período. Dessa forma, os preços ficam mais ou menos direcionais.

Quanto menores e menos frequentes forem as correções contrárias ao movimento principal, dizemos que o mercado é mais direcional.

A forma de operar um mercado direcional difere um pouco da forma de operar um mercado menos direcional ou, como costumamos chamar, um mercado mais “elástico”. Elasticidade é uma medida em função de quanto o mercado costuma retornar logo em seguida de uma sequência ininterrupta de ticks. Quanto mais elástico, maior a presença de players diferentes e normalmente maior a divergência de opiniões no mercado, gerando mais oportunidades para nós, day traders.

O operacional de um mercado mais direcional costuma ser mais “a favor do movimento”, já que os preços andam e costumam se acomodar. Já em mercados mais elásticos, o operacional costuma ser mais contra o movimento prévio, devido à grande presença de players com opiniões divergentes.

Uma dica importante para quem quer começar a avaliar o quão direcional está determinado ativo em comparação com seu histórico, ou até mesmo comparar um ativo com outro, é absorver os termos aceitação e rejeição. Toda vez que há consumo de liquidez integral em um nível de preço, abre-se espaço para troca de preços. Esse é o processo! Assim que há consumo integral de liquidez em um determinado nível, os agentes focam no próximo nível de preço. Se os agentes começarem a consumir a liquidez do próximo nível de preço, temos indicação de que os preços estão em aceitação no processo de “descoberta de preços” (como é chamado em microestrutura). Agora, por outro lado, caso os agentes parem de consumir liquidez nos próximos níveis de preço na direção do movimento, ou ainda caso esse consumo se inverta, dizemos que os preços foram “rejeitados”.

Nós medimos muito o quão fácil os preços trocam de casa e o quão fácil eles se mantêm em seus novos patamares. Essa sensibilidade dá indicações ótimas de momentum para operações de giro curto.

 

Quer conhecer outros Jargões utilizados pelos traders profissionais?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente um exemplar do Ebook “Jargões do Trader“.
Faça o Download do Ebook Gratuito Agora!