DICA IMPORTANTE PARA EVOLUIR COM TAPE READING

Obtendo consistência no day trade
O que é melhor: Regularidade ou Picos de Ganhos?
27 de junho de 2019
Suporte e resistência no day trade
POR QUE ALGUNS ROMPIMENTOS NÃO FUNCIONAM?
29 de junho de 2019

É muito comum quem está no início do aprendizado do Tape Reading sentir dificuldades em extrair informações daquele monte de números atualizando tão rápido na tela. Eu mesmo senti um baque nos meus primeiros dias olhando para ela. Para ser sincero, eu me sentia como um operador na “Matrix”.

Sempre que alguém me pergunta se algo pode ser feito para amenizar esse impacto, costumo traçar um paralelo com o ato de cuidar de um recém-nascido, sem que a pessoa tenha tido alguma experiência nesse sentido. Se você, assim como eu, já é pai, certamente entenderá com mais propriedade o que estou querendo dizer.

Imagine então aquele casal que acabou de ser agraciado com a chegada do primeiro filho. A única forma de comunicação da criança é por meio do choro. Isso quer dizer que se ela está com fome, sono, dor ou até mesmo fazendo manha, toda a comunicação ocorrerá por meio do choro.

Se aquele casal não contar com o apoio de alguém mais experiente, é provável que encontrará muita dificuldade nos primeiros dias em diferenciar cada tipo de choro que a criança apresentar. Contudo, por mais difícil que seja essa fase, não há como retroceder. Alguma coisa o casal terá que fazer, porque a criança está ali, não há como mudar essa realidade.

Só que, conforme o tempo for passando e eles se envolvendo cada vez mais com a situação, os pais de primeira viagem acumularão experiência e, avaliando o contexto com base no que observaram nos dias passados, eles conseguirão entender o que a criança deseja em cada situação (se é fome, sono, manha etc.).

O mesmo raciocínio se aplica ao processo de aprendizagem do Tape Reading. É notório que interpretar números é mais difícil do que lidar com imagens gráficas. E mais do que a leitura, também há a dificuldade em saber se a conclusão que estamos tirando é coerente com a realidade que o mercado está apresentando.

E é neste ponto que eu já gostaria de trazer um pouco de luz para quem vem enfrentando esse desafio.

Não é toda hora que a tela nos dará uma informação relevante

É isso mesmo que você leu: nem sempre a tela nos dará uma informação importante. O fato de você estar ali, focado, acompanhando o desenrolar do pregão de negociação, não significa que estará concluindo alguma coisa a todo instante.

Vejo muitas pessoas com essa ilusão, acreditando que os leitores de fluxo mais experientes estão 100% do tempo tirando conclusões no mercado, quando na verdade isso é impossível, porque não é todo momento que há envio de ordem persistente no mercado.

Se não houver parceiro, se não houver fluxo atípico e persistente, não há oportunidade. Essa é uma premissa básica do Tape Reading, sem a qual não é possível operar.

Entretanto, aqui vale outra ressalva importante: o fato da tela não estar nos dando uma informação relevante, não tira de nós a obrigatoriedade de acompanhá-la 100% do tempo em que estivermos disponíveis para o mercado.

O mercado exige observância ininterrupta, pois só este acompanhamento contínuo nos faz enxergar um cenário condicional. Se você ficar preso a detalhes pontuais, sem contextualizar os eventos, jamais sairá da leitura pontual, isto é, jamais enxergará o movimento como um todo (começo, meio e fim). 

Dito isso, acredito que agora você deve estar com este outro questionamento na cabeça:

Mas André, considerando minha falta de experiência, como saberei se aquilo que estou olhando na tela é ou não relevante?

Bem, eu diria que a resposta-chave para esta pergunta se resume em dois comportamentos: paciência e persistência.

O fundamental para que você consiga enxergar o contexto de toda uma movimentação no mercado é a formação de um banco de dados mental de avaliação contínua do mercado.

Tape Reading, como já disse em outras oportunidades, é uma forma de ler o mercado, considerando a atuação dos demais participantes. Mas a magia de saber se aquele momento específico é ou não uma oportunidade somente aparecerá quando você já tiver acumulado uma certa quantidade de horas de tela, de tal modo que, consultando esse banco de dados mental, você consiga relativizar se o cenário apresentado é ou não atípico.

Por isso que paciência e persistência são fundamentais neste início de aprendizado. É ao longo de dias, semanas e meses olhando a tela que sua mente começará a relativizar o quanto é muito e o quanto é pouco; o que tem ou não potencial para impactar o mercado. 

Passar pela incerteza de não entender nada é o caminho para conseguir extrair algo de útil da tela. 

Mais do que leitura de mercado, Tape Reading nos ensina a como nos portar diante de uma aleatoriedade de eventos. E a melhor forma de lidarmos com múltiplas possibilidades é escolher as melhores, de acordo com nossa experiência acumulada.

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!
André Antunes

E se você tem interesse em conhecer mais, recomendo que Matricule-se agora mesmo no Programa Gratuito Formação de Trader

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER