COMO NASCEM NOSSAS MAIORES PERDAS (E COMO EVITÁ-LAS)

Encontrar bons trades
COMO ENCONTRAR BONS TRADES?
5 de julho de 2019
Como operar in the zone
COMO OPERAR IN THE ZONE?
7 de julho de 2019

Tempos atrás recebi um e-mail de um aluno do nosso programa SIGMA e ele me relatou uma situação que vou descrever aqui. Fique atento aos detalhes, pois é um caso real e é em cima dele que vou trabalhar este artigo.

“Já tinha dado o meu horário, eu estava com mais de R$ 65,00 positivos, ia encerrar o dia, mas resolvi esperar para ver se o preço vinha para a VWAP, que estava no 70,00 (no dólar), comprar e fazer a última operação. 

O preço veio, eu não esperei um sinal e pendurei a ordem na VWAP, mas o 66,00 foi um ponto importante no início do dia e nem me atentei para isso. 

Comprei um lote no 70,00 e um lote no 68,00, o preço passou direto e foi até o 66,00, pegando meu stop com dois lotes. Toda cautela da manhã foi embora em um único erro.

 Quando vi que stopei no 66,00, fiz mais 2 trades. Em ambos, deixei de fazer dois pontos para frente e os trades viraram negativo. E o pior: eu virei negativo no dia. 

A partir daí, simplesmente surtei. O que aconteceu? Como que eu deixei chegar nessa situação?”.

Apesar de o relato versar sobre valores pequenos, o tipo de situação que esse aluno passou poderia ter acontecido com quem estivesse ganhando R$ 500,00, R$ 1.000,00 ou R$ 10.000,00.

No artigo “Como Não Casar com uma Operação no Day Trade”, eu relatei aquela situação onde você faz uma operação, ela tinha fundamento, mas o mercado não reage da forma esperada e com isso, o stop acaba sendo muito maior que o inicialmente planejado. Quando fazemos tudo certo e as coisas não saem como o planejado, é natural aquela sensação de inconformismo e de querermos reverter a situação. Mas sempre que colocamos o emocional no controle, em se tratando de mercado, o final da história quase sempre é trágico.

A situação descrita acima é mais um exemplo. Conforme esse aluno diz, ele estava para encerrar o dia quando percebeu uma movimentação que poderia resultar em uma nova oportunidade.

Só que ele não aguardou um motivador relevante e, mesmo assim, posicionou a ordem. Resultado: o mercado ganhou força, engoliu as duas ordens que ele tinha pendurado, forçando-o a stopar em um prejuízo muito maior.

Assuma a responsabilidade e mantenha a harmonia com o mercado

A partir deste instante, aconteceram uma sucessão de erros ocasionados mais por razões emocionais do que pela forma de operar. É a partir deste momento que entramos em espiral negativa, colocando o emocional no controle de tudo.

Com o emocional alterado, não temos mais condições de ler o mercado e a união da impossibilidade de leitura com a necessidade de buscar o resultado perdido nos faz inventar coisas e enxergar o que não existe. Tudo isso porque ligamos o “botão revanche”.

O “botão revanche” nos coloca em uma situação de arrogância perante o mercado. Primeiro, nos achamos especiais. É aquela primeira situação que esse aluno descreveu: nós não chegamos a bater a meta, mas fizemos um financeiro muito próximo do valor desejado. Só que queremos mais e como estamos acertando tudo, entramos em um trade sem sentido, sem motivador relevante apenas para satisfazer o ego e mostrar quem manda.

Se você reparar, ele mesmo afirma que não esperou “um sinal” e pendurou a ordem no 70,00 apenas por ser a VWAP. Esse aluno já opera por análise de fluxo de ordens e o “sinal” a que ele se refere é a presença de parceiro atuando de forma persistente no movimento de seu interesse.

Já a outra vertente da arrogância é não assumirmos a responsabilidade pelo erro primário e a partir daí, achar que o mercado nos deve algo.

Conforme o relato, ele chegou a fazer mais duas operações, o mercado andou 2 (dois) pontos a favor, ele poderia ter realizado o lucro e não o fez. Com isso, o mercado voltou e ele stopou no prejuízo, surtando logo em seguida. 

Apesar dele não comentar, certamente ele deixou o trade voltar porque achou que 2 (dois) pontos era pouco, ele queria mais. E o que eu, você ou ele queremos não importa. Como traders, temos que buscar aquilo que o mercado dá e não o que gostaríamos de ganhar.

A arrogância é efeito do “botão revanche”. Não é errado querer buscar um stop, mas desde que essa busca seja feita pelos motivos certos e em harmonia com o mercado. Se forçarmos a barra e desafiá-lo, a única coisa que receberemos de volta é um prejuízo ainda maior.

Sempre opere com fundamento

Quando você notar que apertou o “botão revanche”, redobre a sua a atenção, pois ele é o convite de entrada para a espiral negativa.

A melhor forma de interromper esse processo é, primeiramente, levantar e sair da tela. Esse desligamento com o mercado é fundamental para que voltemos a pensar e refletir sobre os motivos que nos levarão a essa situação. Esta é a melhor forma de assumir a responsabilidade e se colocar novamente disponível para o mercado.

O segundo ponto, também muito importante, é reduzir ao máximo o número de trades sem sentido.

Pra mim, que atuo e defendo a utilização da análise de fluxo de ordens, um trade tem sentido quando há parceiro no movimento, pois é a atuação coletiva da maioria dos participantes do mercado que faz o preço se deslocar.

Daqui pra frente, sempre que colocar o cursor do mouse para abrir uma posição, pergunte se o trade tem sentido. Reflita se sua lógica operacional está corroborando com a dos demais participantes do mercado ou se é apensas um desejo individual.

Se fizer esse tipo de reflexão trade a trade, sua mente se abrirá de tal forma que o deixará cada vez mais conectado com o fluxo do mercado. E claro: reduzirá expressivamente o número de trades sem sentido.

Tenha em mente que o mercado sempre estará nos testando. Caso esteja a um passo da espiral negativa, aja imediatamente para interromper esse processo.

E o principal: foque sempre em trades com fundamento, que façam sentido. Querer do mercado é uma das maiores armadilhas que um trader pode cair. Pegue aquilo que ele está dando e, se for o caso, volte só no outro dia. Somos traders e isso significa que não temos chefe, nem temos horário. Nossa vida é um campeonato de pontos corridos, e não uma final de jogo único.

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!
André Antunes

E se você tem interesse em conhecer mais, recomendo que Matricule-se agora mesmo no Programa Gratuito Formação de Trader

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER