COMO ESCOLHER O ATIVO PARA OPERAR?

alavancagem
ALAVANCAGEM NO DAY TRADE: QUANDO VALE A PENA?
16 de setembro de 2019
Como ficar rico
COMO FICAR RICO COM AÇÕES?
18 de setembro de 2019
Como escolher o ativo

Uma das dúvidas mais comuns no day trade é sobre como escolher um bom ativo para operar, que traga bons ganhos com consistência. Por isso, veremos nesse artigo as características que um bom ativo para trade deve possuir e como você pode escolher o seu ativo ideal.

            Antes de mais nada, caso você seja um trader iniciante, é importante que busque, antes de tudo, ter pelo menos um mínimo de tempo de tela operando diferentes ativos (seja índice, dólar, ações, entre outros). Essa etapa é importante para que você tenha pelo menos a sensação prática de como esses diferentes ativos se comportam usualmente, o que te dará algumas pistas iniciais sobre aquele que é mais indicado ao seu perfil.

            Se você já passou dessa etapa, já experimentou por um tempo os diferentes ativos que temos à disposição para operar, e ainda assim continua indeciso, então o melhor caminho é seguir as seguintes orientações:

Liquidez

            A primeira característica fundamental de um bom ativo para day trade é a liquidez. Você precisa ter a garantia de um bom volume de negociação diário para que você possa entrar e sair de posições com maior facilidade.

            Para um Scalper, que pode fazer de 50 a 70 operações em um único dia, a liquidez se torna ainda mais crucial. Por isso, é importante observar alguns dados a respeito do ativo antes de concluir se ele é ou não líquido o suficiente.

            Um ativo líquido em geral apresenta um spread bid-ask pequeno, ou seja, as ofertas de compra são as mais altas possíveis e as de venda as menores possíveis, fazendo com que as transações sejam rapidamente fechadas, sem travar no meio do caminho.

            Em geral, as ações de blue chips (ações das empresas de maior capitalização na Bolsa) e o dólar são ativos de alta liquidez. Entretanto, é necessário ficar de olho em notícias externas que podem afetar o momento do mercado, gerando alta volatilidade, ou outros tipos de situações anômalas, pois em alguns casos, até mesmo os ativos de alta liquidez são afetados.

            Um segundo ponto a ser observado para encontrar ativos líquidos é o volume de ofertas que ele possui no livro de preços. Em geral, ativos líquidos possuem um grande número de ofertas, o que significa que existem muitos players negociando uma grande quantidade daquele ativo, abrindo maiores oportunidades de entrada e saída para o trader.

            Além do número de ofertas, o volume de negociação também é outra característica importante de ser observada, pois denota o maior interesse do mercado em negociar aquele ativo.

Volatilidade

            Embora um excesso de volatilidade possa ser prejudicial ao trader, pois torna o mercado imprevisível, um bom ativo deve possuir pelo menos um mínimo de volatilidade, ou não haverá muitas oportunidades a serem exploradas.

            As oportunidades de compra e venda sucessivas que um Scalper opera, só podem ser encontradas com confiabilidade e consistência em um ativo que “pula” de preço constantemente.

Capital

            A quantidade de capital que você irá operar também é um fator importante para que saiba escolher o melhor ativo para o seu caso específico. Se você possui pouco capital, então um contrato futuro, operado na margem, provavelmente não será a melhor solução, pois com a mínima movimentação do mercado, muitas vezes você terá perdido parcela significativa do capital aplicado.

            Por outro lado, ações costumam ter um tick mínimo bastante pequeno, possibilitando mesmo ao trader com um capital mais baixo, um conforto maior ao operar.