Como Elevar o Índice de Acerto nas Operações

Tem uma característica muito comum e que percebo em traders que estão buscando se desenvolver:

“Eles acham que os traders consistentes sabem o que o mercado vai fazer e por isso são consistentes nas operações!”

Eu não tiro a razão dessas pessoas porque a princípio é isso mesmo que parece. Digo, a falta de instrução adequada é que faz com esses traders desenvolvam uma relação com o mercado 100% pautada em desenvolver uma técnica ganhadora.

Claro que ter uma técnica ganhadora é fundamental, porque sem ela nada é possível, mas entre desenvolver uma técnica ganhadora e ser consistente existe um enorme gap chamado “Mindset Correto”.

Se nós fossemos um computador, a técnica seria o software enquanto o mindset seria o sistema operacional. Ou seja, eles precisam ser compatíveis para o programa rodar!

Falando especificamente sobre a questão de adivinhar para onde o mercado vai, eu acredito que essa seja uma das maiores incompatibilidades que aprendizes a traders enfrentam.

Pelo simples fato de ser impossível saber para onde o mercado vai, é que esses traders entram num mundo de indicadores, sinais e combinações para tentarem um indício de antecipação do futuro (coisa que só acontece por coincidência e nunca por causalidade).

Acreditar que existem players tomando decisão numa outra esfera analítica (ou seja, olhando outras variáveis) é o primeiro passo para aceitar que o futuro não está escrito e que nos resta apenas assistir e respeitar o passeio dos preços.

Nós temos indicações de operações momentâneas, que podem ou não se concretizar.

Nessa perspectiva, operar não é um exercício de acertar se vai subir ou cair… Operar se torna uma batalha de operar protegido por fluxos momentâneos de terceiros.

Somos apenas passageiros!

Grande abraço e Atitude Vencedora,
Hanna

PS: Caso queira se aprofundar nos conceitos da análise do fluxo de ordens recomendamos que participe do Curso Gratuito de Introdução ao Tape Reading, é só se inscrever no link abaixo:

curso-gratuito

Grande abraço e atitude vencedora,
André Hanna e André Antunes