BOLETADA

Costumamos dizer que houve uma boletada quando há agressão em um único negócio de lotes, suficientes para consumir a liquidez em mais de um nível de preço.

Não existe um padrão pré-definido de lotes agredidos e nem de níveis de preços cuja liquidez seja consumida para determinar uma boletada, mas usamos de bom senso e de “boletadas” anteriores para julgar de forma discricionária sua relevância.

Repare no próximo print que tinha compra de 305 lotes a R$ 2,246.00 e mais 255 lotes a R$ 2,245.50.

boletada

Algum player operando através da corretora BES enviou uma ordem para vender 600 lotes a mercado e consumiu os 305 lotes a R$ 2,246.00, os 255 lotes a R$ 2,245.5 e mais 40 lotes a R$ 2,245.00. Repare a seguir como a boletada de venda é apresentada:

boletada-2

A boletada pode ter vários significados, mas se você parar para pensar o porquê de alguém dar uma boletada, não escapará de girar em torno da essência que é garantir execução daquele lote. Só dá boletada quem quer garantir execução de todos seus lotes, mesmo que para isso tenha que aceitar pagar/vender em níveis de preços piores que o da primeira fila.

Nós como participantes price takers e giradores, vamos interpretar as boletadas sempre levando em conta o contexto em que ela foi observada.

Seguem alguns pequenos exemplos de interpretação:

– Num mercado de lado e acumulando, uma boletada pode indicar momentum, ou seja, o início de um movimento de intraday.

– Numa publicação de um indicador econômico a primeira boletada geralmente é de HFTs fazendo news trading, ou seja, tomando decisão em função do grau de divergência do indicador público versus a expectativa do mercado.

– Após um movimento de alta ou baixa, uma boletada na direção do movimento pode sinalizar um stop de um grande player. Após esses momentos, costuma haver escassez de lotes na direção do movimento e o mercado tende a reverter alguns ticks. São movimentos menos frequentes.

– Algumas boletadas ocorrem porque o player faz outra operação em outro mercado e no momento em que fecha essa outra operação, agride esse mercado consumindo toda a liquidez de alguns níveis de preço e travando sua operação. Essas operações ocorrem com frequência no Dólar Futuro e no DI1.

Uma das piores coisas que podem acontecer com um scalper trader (do eletrônico) é estar comprado ou vendido no mercado e vir uma boletada contra sua posição. Infelizmente não há como adivinhar quando acontecerão boletadas, e este é um dos importantes componentes do mercado, a imprevisibilidade. A única atitude que você pode tomar é não largar lotes aleatoriamente na tela (ou seja, sem critérios), evitando estar exposto e tomar boletadas a todo instante.

Aceitar o risco de tomar boletadas faz parte do processo de operar.

 

Quer conhecer outros Jargões utilizados pelos traders profissionais?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente um exemplar do Ebook “Jargões do Trader“.
Faça o Download do Ebook Gratuito Agora!