BATI A META OU CHEGUEI NO STOP DIÁRIO… PARO OU CONTINUO?

Como evitar grandes perdas no Day Trade?
PREPARANDO-SE CORRETAMENTE PARA ENCARAR O DAY TRADE
17 de julho de 2020
04-tumb-viver-de-trade-e-possivel
É POSSÍVEL VIVER DE DAY TRADE?
16 de agosto de 2019

Você já esteve em uma dessas situações: você atingiu sua meta diária ou chegou no seu stop diário e ficou se perguntando: “paro ou continuo? Deixo para voltar amanhã ou tento recuperar esse prejuízo?”.

Se a sua resposta é positiva, saiba que você não é o único. Esse é um questionamento muito comum entre os traders, que independe do nível operacional ou do tempo de experiência acumulado. Por isso, não há uma resposta universal. A decisão depende de cada trader.

Pensando nisso, decidi escrever este artigo para compartilhar um pouco da minha experiência e também para ajudá-lo a decidir corretamente, caso se encontre nesse tipo de situação.

Primeiramente, é fundamental que você tenha consciência da fase em que se encontra e do que está buscando no Mercado. Quando iniciei no trading, minha meta era aprender o jogo, isto é, acumular tempo de tela e entender como os outros players operavam. Não estava preocupado em fazer dinheiro, o que eu queria era entender o fluxo de ordens.

Em relação à meta diária, apesar de tê-la estipulado, eu mantinha certa flexibilidade para continuar operando, pois assim participaria de mais situações e ganharia mais tempo de tela no mercado. Agora em relação ao stop diário, eu era mais rígido, porque planejei exatamente o quanto podia perder sem prejudicar o meu orçamento e respeitar esse parâmetro era fundamental parar me manter vivo no mercado.

O dinheiro é um recurso finito. É preciso definir o quanto você está disposto a gastar a título de custo de aprendizado e respeitar esses parâmetros, até que você consiga assimilar todo o conhecimento necessário para efetivamente fazer dinheiro no trading.

Por isso, o primeiro conselho que dou a quem está iniciando no mercado é:

Planeje-se financeiramente para sobreviver à fase de aprendizado

100% dos traders consistentes que conheci não tinham o objetivo de fazer dinheiro na fase de aprendizado. O foco de todos eles, assim como o meu, foi o de aprender o jogo, conhecer o mercado e aprender a operar bem.

É necessário que você participe do mercado o maior tempo possível, desde que não atinja o seu stop diário. No meu início, eu sabia da importância de ganhar agilidade e desenvolver a leitura de tela. Por isso, operava o máximo possível e me contentava plenamente se, ao fim do mês, sobrasse dinheiro para arcar com os custos dessa nova profissão (plataforma, plano de corretagem etc.).

No trading, operamos as ineficiências dos demais participantes do mercado. Eu sabia claramente que se não adquirisse esse conhecimento, jamais sairia do zero. Por isso coloquei toda a minha energia em aprender o jogo.

Conforme você for construindo sua base operacional e montando um plano de trade bem definido, é chegada a hora de buscar novos desafios. E qual seria essa segunda etapa?

A busca por consistência

Uma vez descoberto o seu estilo operacional e o tipo de oportunidade que você busca no mercado, é chegada a hora de transformar a habilidade adquirida em resultados. Em outras palavras, é chegada a hora de fazer dinheiro no mercado.

Nesta fase, é preciso estabelecer uma meta realista e alcançável, ou seja, uma meta condizente com o seu estilo e o seu tempo disponível para o mercado. Você tem que ser capaz de explicar claramente cada um dos pontos operacionais (cenário condicional, entrada, saída e stop). Existem várias formas de estabelecer uma meta e a que eu utilizei foi a de fixá-la de acordo com a frequência do mercado (se o mercado está oscilando muito, eu aumentava minha meta. Se a oscilação fosse menor, eu a diminuía).

Atualmente, minha meta varia de entre 10 a 15 pontos, de acordo com o tamanho da boleta que estou operando, sempre em função da oscilação que o mercado vem apresentando.

Aqui vai um detalhe fundamental: atingiu a meta, você para de operar e analisa o que fez de certo para, no dia seguinte, voltar e atingi-la novamente. No dia seguinte, se novamente alcançá-la, o ciclo repete. Essa sequência de ganhos positivos nos dá confiança e masteriza o que há de bom em nosso operacional, de modo que ganhar dinheiro no intraday passa a ser um hábito.

Entendi, André, mas e naquelas fases em que o mercado está fluindo, está dando oportunidade a todo instante?

Se você ainda estiver buscando a consistência, recomendo que você pare de operar assim que alcançar a meta, pois caso você venha a devolver o dinheiro que ganhou, o abalo na sua confiança fará você voltar dois ou três passos para trás em termos operacionais.

E acredite: em se tratando de trading, confiança é algo difícil de construir, mas fácil de perder. Deixe para arriscar mais quando já apresentar certo tempo de consistência e ainda assim, coloque no jogo um percentual mínimo da sua meta, que caso venha a perder, não prejudicará tanto o resultado final.

Agora em relação ao stop diário, não há negociação. Se o atingir, pare imediatamente de operar. Com essa disciplina, você certamente economizará muito dinheiro e energia operacional ao longo do tempo.

Grande Abraço e Atitude Vencedora Sempre!

André Antunes

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE NA FORMAÇÃO DE TRADER

O que fazer quando atingimos a meta estipulada para o dia ou o stop diário? É certo continuar operando ou devo encerrar o dia?

Essa é uma dúvida muito comum, inclusive entre os traders mais experientes, por isso decidi escrever este artigo.

Sempre que me indagam esse assunto, costumo compartilhar o que funcionou comigo e com diversos outros traders. A flexibilidade varia no caso de você atingir a meta ou o stop diário. Fato é que continuar operando depende muito da fase em que o trader se encontra e do seu objetivo no mercado.

Se você deseja ajustar o operacional e tomar uma decisão mais condizente com a realidade atual, não perca mais tempo e clique agora mesmo no link abaixo. 

Grande Abraço e Atitude Vencedora!

André Antunes