ABERTURA DO MERCADO

O termo usado para especificar o primeiro preço em que determinado ativo negociou em uma sessão. Em praticamente todos os mercados nacionais e internacionais existe um leilão que antecede a abertura e evita manipulações de preços, sendo que cada mercado ou ativo costuma possuir regras específicas de leilão.

Muitas vezes a abertura pode gerar ótimas oportunidades de giro curto, para nós day traders, em função de “necessidade” de players comprarem ou venderem lotes expressivos logo que o mercado abre. Isso é muito comum quando é publicada alguma notícia com impacto relevante enquanto o mercado estava fechado. Durante o período de colocação de ordens (ainda no leilão) nós conseguimos perceber se existe demanda ou oferta atípica no mercado, observando basicamente o quanto o preço está acima ou abaixo do fechamento anterior. Juntamente com esses fatores, , a intensidade dos lotes na compra e na venda, o mesmo player repetidamente pagando mais caro no leilão (ou ofertando mais barato), a magnitude de lotes do leilão e quanto vai sobrar na compra ou na venda no preço do leilão, sendo esta última a variável mais importante de todas…

Aqui vale uma ressalva de que o preço de abertura não tem ligação com o preço de fechamento anterior, ou seja, se um determinado ativo fechou ontem a R$ 10,00, nada o impede dele abrir hoje a R$ 10,50. Basta haver interessados suficientes no leilão de abertura.

Essa discrepância entre o preço de fechamento e preço de abertura se chama “gap”.

Quer conhecer outros Jargões utilizados pelos traders profissionais?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente um exemplar do Ebook “Jargões do Trader“.
Faça o Download do Ebook Gratuito Agora!