Google

Quanto é barato ou caro? Será que sobe mais, ou será que cai mais?

por

Esse é um questionamento extremamente natural entre pessoas físicas que estão no começo de suas empreitadas como traders. Nós consideramos esse tipo de pergunta dessa forma porque na realidade, ninguém (pelo menos na maior parte das vezes) tem certeza do que irá acontecer…

Parece uma afirmação forte demais, mas quanto mais tempo de mercado você tiver, mais vai perceber que a história não está escrita e que as oscilações vão sendo construídas em reação aos acontecimentos ainda não previstos… Em outras palavras, os traders reagem a toda e qualquer variável nova e que tenha impacto real na precificação dos ativos.

Decidimos escrever este artigo usando o dia 16/12 como exemplo… Em dias como esses fica evidente a questão da imprevisibilidade dos mercados e que nem sempre é percebida em dias “normais”.

Mas o que ocorreu em 16/12 André?

Bom, você deve estar acompanhado o contexto atual… O Brasil está sofrendo desvalorização da sua moeda por contra da deterioração dos termos de troca (queda das commodities, queda de exportações, etc), menor entrada de capital externo devido à baixa credibilidade do país (especialmente pelo aspecto fiscal) além de saída de capitais atraídos pelo recente aumento da taxa de juros americana.

Fora isso, o caso da Petrobras preocupa não só pela empresa em si, mas pelo contágio que essa baixa credibilidade gera em eventuais captações futuras de outras empresas.

Esse cenário justifica queda de ações, alta de juros e também do dólar… sem novidade nenhuma até ai…

O fato é que algumas pessoas nos perguntaram “André, mas com esse cenário pessimista, essa oscilação do dia 16/12 já não era esperada”?

E esse é o ponto da questão… Os ativos abriram a sessão desta terça-feira bem stressados, com dólar disparando, 5 vencimentos de DIs batendo limite de alta e a bolsa desabando. Só que é importante dizer que o gatilho de todo stress foi o aumento inesperado e abrupto dos juros da Rússia numa tentativa de segurar capital para conter a desvalorização expressiva de sua moeda.

O stress Russo começou com a queda do Petróleo, acentuada pela decisão da Opep não cortar oferta de barris (dizem as más línguas que a intenção da Opep é trazer o barril para preços que inviabilizem todas matrizes energéticas concorrentes ao Petroleo… Outra vertente da teoria da conspiração prega que os EUA em conjunto com a Opep estão armando essa queda do petróleo para quebrar a Rússia e por ai vai). Como o petróleo tem uma representatividade elevadíssima na pauta de exportação Russa, essa queda do preço tem gerado desvalorização expressiva de sua moeda, levando o BC à uma atitude desesperada de elevar os juros para conter a fuga de capitais.

 

E eu imagino que se você está acompanhando os jornais você deva saber de tudo isso!

Agora eu gostaria que você parasse a leitura e tentasse recordar quantas vezes você conseguiu antecipar um evento como esse aumento de juros da Rússia. Seja sincero consigo mesmo e não compute na conta as vezes que você chutou…

Talvez nenhuma não é mesmo?

Na verdade, recebemos muitas perguntas sobre como antecipar dias como esse 16/12…

E quer saber a real? Nosso trabalho como trader autônomo não é esse. Não temos como saber quando e nem se a Rússia vai elevar juros, se o Tombini vai ao não continuar ofertando swaps, qual será o tamanho dos swaps, não temos como saber se a Graça sairá do cargo, se haverá nova postergação do balanço da Petrobras, etc…

Nós só temos que nos manter atualizados sobre o contexto, mas se desprender do viés e reagir… Reagir ao fluxo de ordens dos players que ficam sabendo desses acontecimentos antes de nós (ou simplesmente geram esses movimentos).

Quanto mais experiente você se tornar, mais irá perceber que tentar prever o que vai ocorrer é um exercício sem futuro. A consistência de resultado (como day trader operando na física) não vem de acertar, mas sim de reagir na hora certa. São coisas bem diferentes.

Dias como 16/12 servem nos lembrar que não existem limites para o preço andar… Dias como 16/12 servem para nos lembrar que a história não está escrita e que os players vão reagindo a cada novo evento… Quem vive dias como esse se transforma num operador mais forte e solidifica a característica mais marcante e menos compreendida do mercado: “a de que tudo pode acontecer”.

 

E se você tem interesse em conhecer mais sobre nosso perfil operacional, recomendo que participe do nosso treinamento gratuito:

curso-gratuito

A Scalper Trader acredita que é possível ter lucros consistentes no Day Trade. Assim, nós acreditamos que ao difundir conhecimento e habilidades específicas, estamos colaborando com o desenvolvimento dos traders.

10 Comments to Quanto é barato ou caro? Será que sobe mais, ou será que cai mais?

Deixe seu comentário aqui

  1. ricardo cesar silva

    Estou lendo o material e gostaria de participar do curso. Abraço!!!!

  2. Tudo excelente!!
    Esse foi meu melhor dia no mini-indice, (800pts/contrato em 30min). No inicio do dia ainda me rendi a olhar gráficos e duvidar da abertura em ligeira alta: sorte.
    Mas o trade mais certo que alavancou meu resultado, agradeço a leitura de fluxo. Uma posição de cerca de 150 lotes no grande de um player que considerei estar girando. Abaixo dele, supostamente, só robô, mais nada (alguém deve catar lata). Posicionei minha saida no 000, mas rapidamente mudei a saida, para 025 (000 é psicológico). Dito e feito: acabaram esses 150 lotes, uma corretora supostamente estrangeira, enfiou uns 150pts. Robozada acelerou a queda levando mais 50pts pra baixo. Minima naquela hora foi em 010 e se não coloco a saida, tomaria uma volta.
    E hoje, 18/12, mais um dia positivo. Compro, vendo ou fico de fora? Puxaram uma alta rápido. Na máxima do dia os hft’s chacoalharam o book e sem nenhum player expressivo (tudo amarelo, e alguns azuis). Minha reação: fico de fora! Mãos fora do mouse, só assistindo a volatilidade louca e a sinfonia.

  3. Com certeza isto apenas reforçá o que vocês ensinam.
    “Somos apenas passageiros”

  4. Andre Bentes

    Imprevisibilidade!!!!!
    Essa característica não tem “indicador técnico”!

  5. Leandro Allmer

    Ótimo artigo. Disse tudo. Realmente agente fica sem saber o que fazer nessas horas, parece que tem um voz lá no fundo gritando no nosso ouvido “faz alguma coisa”, e na verdade as vezes o mais prudente a fazer é ficar de fora. Obrigado Andrés!