Google Você sabe o que tira os traders do jogo?

Você sabe o que tira os traders do jogo?

por

Eu chamei esse artigo de “o que tira os traders do jogo” justamente para que você consiga usar da minha experiência e da experiência de mais um monte de gente antes de decidir operar ou simplesmente para evitar incorrer os mesmos erros e economizar tempo e dinheiro.

Então vamos lá:

Bom alguns sabem outros não, mas antes de virar trader ou “autônomo” (como os mais antigos se intitulam) eu era funcionário da Interfloat que foi a maior corretora de especializada nesse público de pessoa física profissional de mercado.

Dá até um pouco de nostalgia lembrar, mas era o melhor ambiente que já vi na vida para operar e criar relacionamento. Atualmente não é mais assim. Muitos traders antigos (com quem valia a pena aprender) foram operar dentro de outras corretoras, escritórios privados ou de suas casas deixando espaço para novatos em busca de aprendizado entre os poucos traders antigos que ainda ficaram lá dentro. A concentração de traders descentralizou…

Bom, mas não é isso que queria dizer. Queria dizer que enquanto estive lá dentro (foram 7 anos como funcionário e 1 ano como sócio do Roberto Lombardi numa gestora de fundos) eu vi muita história boa e também já vi algumas tristes.

Vi pessoas ganharem meu salário de um ano (na época era funcionário) em apenas um dia (e vários dias seguidos), mas também vi pessoas perderem tudo que tinham. Entregarem casas, apartamentos na praia, carros isso depois que todo dinheiro da conta já tinha ido pelo ralo.

Mas porque isso acontece? Por que alguns têm uma vida boa nos mercados enquanto outros entregam tudo ou desistem por não conseguirem sair do zera a zero? Será que é sorte? Será que é o método?

Após todos esses anos vendo os outros traders e posteriormente operando para mim, percebi que não existe razão única que justifique o que tira os traders do jogo. Temos que fazer algumas distinções.

A principal distinção a fazer é entender as etapas do CICLO DE VIDA DO TRADER.

ciclo-de-vida-daytrader

Esses dados foram compilados pelo André Antunes na época em que ele começou a operar na mesa da Interfloat. Os valores na escala vertical são obtidos através da média de ajuste mensal (ganho bruto) dos traders que também começaram a operar internamente na mesa, ou seja, não refletem a realidade de todos os traders da corretora.

Segundo o estudo que o Antunes fez, os seis primeiros meses eram de resultados levemente negativos NA MÉDIA. Obviamente alguns ganhavam um pouco enquanto outros perdiam um pouco, mas o resultado era inexpressivo. Esse primeira etapa foi chamada de APRENDIZAGEM.

Do sexto mês ao 12º mês, os resultados na média começam a aumentar levemente. Esta é a etapa chamada de Formação.

Os próximos seis meses foram denominados de CONSOLIDAÇÃO, pois na média, os resultados já começavam a ser mais expressivos. Depois disso, era normal que alguns traders passassem por um AJUSTE, ou seja, com alguns resultados mensais próximos a zero ou mesmo levemente negativos. Os que finalmente conseguiam superar o ajuste entravam numa etapa denominada PROFISSÃO com resultados médios mensais bem satisfatórios.

Não quero que fique preocupado ou esperançoso com os valores, pois são médias de resultados de traders que tinham ambiente e estrutura muito mais propícia ao aprendizado. Hoje em dia, não há mais um ambiente tão propício, pois os traders consistentes se pulverizaram no mercado, mas é justamente esse gap (de acesso ao conhecimento específico) que nós buscamos preencher.

Mas vamos voltar ao cerne deste artigo que é entender o que tira os traders do jogo em cada uma das etapas do Ciclo de Vida.

Na primeira etapa chamada pelo Antunes de APRENDIZAGEM o que mais tira gente do jogo é não entender (ou não respeitar) a lição de casa apresentada no artigo anterior. Se não viu, acesse aqui para não cair nesses mesmos erros. É nessa fase que você aprende e solidifica o que o mercado realmente é, onde treina agilidade, etc.

Na segunda fase (FORMAÇÃO) o que mais tira gente do mercado é o tempo… Isso mesmo, TEMPO! As vezes os traders até aprendem e respeitam a lição de casa, mas não conseguem se desenvolver  antes de o custo de vida engolir seus capitais…Nessa fase você começa a enxergar e reconhecer os demais players, começa a aprender mais sobre mercado e sobre como tirar proveito da própria dinâmica de interação entre os players.

Nas demais fases onde o resultado já é mais consolidado, o que te tira traders do jogo é (na maioria das vezes) um problema fora dos mercados. Transferência de foco para outra atividade (de forma voluntária ou involuntária), stress, problemas na família, problemas emocionais, etc. Nessa fase, você já tem uma base sólida sobre a realidade dos mercados, players, metajogo etc. Dessa forma, a justificativa para quem sai nessa fase não ocorre nos mercados, mas dentro do próprio trader.

Isso tudo não foi lido em nenhum livro e nem em nenhum site de internet. É uma constatação empírica da realidade dentro do que foi o maior celeiro de day traders do Brasil (ou da América Latina).

Acredito que você esteja nas etapas iniciais do CICLO DE VIDA DO TRADER, pelo menos em se tratando de Day trade nos moldes de leitura de fluxo de ordens. Desculpe se por algum motivo eu errei a consideração. Mas, se acertei, queria deixar esse legado para você: Faça a lição de casa e evite fazer parte da estatística dos traders que saem do jogo.

Grande abraço e Atitude Vencedora!

André Hanna

 

PS: Se você tiver interesse em se aprofundar nesse assunto eu sugiro que participe do nosso treinamento gratuito de Day Trade clicando no botão abaixo.

curso-gratuito

 

A Scalper Trader acredita que é possível ter lucros consistentes no Day Trade. Assim, nós acreditamos que ao difundir conhecimento e habilidades específicas, estamos colaborando com o desenvolvimento dos traders.

Deixe seu comentário aqui