Google

Gestor de Fundo que Rendeu 75.000% usa esse Indicador!

por

Segundo a revista Exame, Cláudio Coppola di Todaro, conhecido como “Claudinho” gere um fundo que rendeu invejáveis 75.000% em 10 anos (o link para a matéria completa está no final do artigo).

Nós temos um amigo em comum e que apresentou para esse gestor um Indicador que nós tínhamos desenvolvido.

O André Antunes voltou dessa conversa surpreso por saber que esse gestor estava usando esse indicador, diariamente, para “sentir onde o mercado montava grandes posições na compra e na venda” (palavras dele).

O Claudinho gravou um vídeo dando sua opinião sobre esse Indicador:

Nas próximas linhas desse artigo você vai aprender:

- O que é o Indicador Acumulado da Agressão e como ele é Formado

- As 4 formas de olhar o Indicador Acumulado da Agressão

- Evitando os Falsos Sinais (e como tirar proveito disso).

- Como acessar o Indicador Acumulado da Agressão

Portanto, se você quer saber como tirar proveito da leitura desse Indicador, eu te convido a ler esse artigo até o final.

 

O que é o Indicador Acumulado da Agressão

Para explicar o que é esse Indicador é necessário que você saiba o que é a “Agressão”.

Quando o comprador envia uma ordem de compra a um preço igual (ou maior) que o preço que o vendedor estava pedido no Book de ofertas, a agressão é de compra.

Nesse caso, a ordem do vendedor já estava no Book e foi o comprador quem tomou a iniciativa, ou seja, quem enviou a ordem por último para fechar o negócio.

E quando o vendedor dá o fechado, ou aceita vender ao preço que um comprador já estava pagando no Book de Ofertas, a agressão é de venda.

Nesse caso, a ordem do comprador já estava no Book e foi o vendedor quem tomou a iniciativa. Quando o vendedor toma a iniciativa, a agressão é de venda.

Saber se a agressão é de compra ou de venda é importante porque o preço só pode subir se ordens de compra consumirem a liquidez que existia na venda num nível de preço. Isso só ocorre com agressões de compra.

E o mesmo vale para venda! O preço só pode cair, quando agressões de venda consomem a liquidez que existia na compra num nível de preço.

E o Indicador Acumulado da agressão nada mais é do que a somatória de toda a agressão de compra, menos toda a agressão de venda de um determinado dia.

Se o Indicador estiver positivo significa que até aquele momento dentro do dia prevalecem agressões de compra, ou seja, compradores aceitando pagar o preço de venda e consumindo liquidez de preços cada vez mais altos.

Por sua vez, se o Indicador estiver negativo significa que até aquele momento do dia prevalecem agressões de venda, ou seja, os vendedores estão tendo que aceitar vender ao preço que os compradores estão pedindo.

 

O que olhar no Acumulado da Agressão (4 formas de olhar)

 

1º Indicador de Tendência

É de se esperar que movimentos de alta sejam acompanhados de intensa agressão de compra e movimentos de queda de intensa agressão de venda.

Quanto mais acumulado na compra, maior é o grau de aposta na compra e quanto mais acumulado na venda maior é a aposta na venda.

Você vai reparar que este indicador é um excelente termômetro sobre a direção e sobre a intensidade dos preços.

Nos primeiros contatos com o Indicador é natural que você olhe para o Indicador de forma estática e tente tirar conclusão, ou seja, sem levar em conta o contexto.

Ao invés de fazer isso avalie esse indicador de forma contínua, ou seja, sempre leve em conta de onde o preço veio e para onde foi, relativizando pela variação do Indicador Acumulado da Agressão.

É dessa forma (levando em conta o movimento) que você vai desenvolver sensibilidade, ok?

 

2º Faixas que o Acumulado da Agressão Atinge

Quando o Indicador atinge um nível de acúmulo atípico, o fluxo tende persistir naquele dia.

A explicação para esse evento é que se estão agredindo demais na compra ou na venda é porque tem algum comprador / vendedor muito grande naquele dia.

Em cada ativo terá uma faixa de acúmulo normal e se o acumulado da agressão ultrapassar (tanto na compra quanto na venda) já se transforma em atípico.

Para achar esses valores basta olhar no passado e ver quais faixas de acumulado da agressão são normais e a partir de quanto o mercado realmente deslancha (vide exemplo abaixo).

dolfut-acumulado-agressao-maior-que

**Atualmente nós usamos 5.000 no Dólar como referência para falar que o fluxo é atípico na compra ou na venda.

Na verdade se o acumulado passa de 5.000 costumamos acreditar que o fluxo está atípico e que pode buscar 10.000 e se passar isso, pode buscar os 15.000.

 

3º Cruzamento do Indicador Acumulado da Agressão

As vezes em que o Indicador Acumulado da Agressão inverte de positivo para negativo, geralmente é porque entrou algum player grande vendendo e ele deve persistir na venda.

Já quando o Indicador Acumulado da Agressão inverte de negativo para positivo, geralmente é porque entrou algum player grande comprando e ele tende persistir na compra.

Esses cruzamentos, como vistos no gráfico abaixo, costumam gerar excelentes entradas.

winfut-inversao-acumulado-agressao

O que vai definir se é uma entrada é para giro curto ou para alongar é o perfil dos participantes que está contribuindo para o cruzamento do Indicador Acumulado da Agressão, mas, isso é tema avançado e que tratamos nos workshops do programa Tape Reading Automatizado.

 

4º Diferenciar uma Retração de uma Reversão

Com esse indicador que você também consegue diferenciar uma retração de uma reversão de preços.

As retrações são correções normais e que não revertem o movimento principal. Já as reversões (como o próprio nome diz) invertem a direção do movimento principal.

Em movimentos de alta, é comum que o indicador acumulado da agressão esteja positivo e durante as correções (movimentos pequenos de queda sem reverter a alta) a agressão não costuma ser significativa.

As reversões por sua vez, costumam ser acompanhadas de um volume intenso de agressão muitas vezes desde a sua origem.

 

Evitando os Falsos Sinais (e como tirar proveito disso)

Você vai reparar que (às vezes) os preços sobem, mas Indicador Acumulado da Agressão acumula venda e outras vezes o preço cai, mas o Indicador acumula agressões de compra.

Isso ocorre por 3 motivos:

- Ativo sendo puxado por arbitragem (às vezes entra fluxo real num outro ativo correlacionado e a arbitragem entre os 2 faz o outro ativo subir/cair).

- Atuação Passiva (às vezes existe algum player atuando forte na compra/venda, mas de forma passiva – isso também é tema dos workshops gratuitos).

- Dinâmica do dia (tem dias em que tem algum player comprando ou vendendo muito, mas também existe contraparte atuando de forma persistente).

Dependendo da atuação da contraparte, o acumulado da agressão pode tomar sinal inverso ao do preço.

Ao constatar divergência entre a direção do preço e o Acumulado da Agressão, tente identificar se alguma dessas 3 situações está ocorrendo porque cada uma delas gera sinais operacionais distintos.

Por exemplo, se o motivo for fluxo real em outro ativo correlacionado a sugestão é não operar.

Se, for por atuação passiva, a nossa sugestão é que procure atuar a favor desse player que está atuando passivamente porque geralmente o fluxo dele é muito forte e tende persistir.

 

Considerações finais sobre o Indicador Acumulado da Agressão

Você aprendeu que o mercado sobe quando tem agressões de compra que consomem liquidez na venda (e vise versa), portanto, ele tende ser uma ótima referência de tendência.

Entretanto, muitas pessoas tendem olhar para esse indicador num ponto (como se fosse uma foto) querendo, naquele momento, prever para onde vai.

Esse Indicador não vai te falar isso na hora que você quer.

Você precisa aprender ler o mercado e usar o Indicador somente como referência para desenvolver sensibilidade.

Alias, se você tiver interesse em aprender ler o mercado usando as variáveis de fluxo eu aconselho que faça nosso Treinamento Gratuito de Introdução ao Tape Reading.

curso-gratuito

 

Como acessar o Indicador Acumulado da Agressão

Esse Indicador pode ser encontrado na plataforma ProfitChart Pro da Nelogica. Se você não for usuário (e não tiver feito um teste nos últimos 12 meses) você pode pedir um teste dessa ferramenta através do email [email protected]

Para inserir esse indicador basta clicar com botão direito no gráfico, depois em “inserir indicadores” e depois em “TR Acúmulo de Agressão Saldo”.

Depois clique com botão direito dentro do indicador, depois em “tipos de volume” e depois em “quantidade”. Nós fazemos esse ajuste para ficar fácil de comparar o lote dia após dia.

Por default, esse indicador começa acumular a agressão desde a abertura de cada dia, mas, existe a possibilidade de acumular desde uma data especifica (basta clicar com botão direito e depois em “definir data inicial”).

Para ser avisado quando o indicador acumulado da agressão cruzar o eixo 0 basta clicar no ícone “alarme” (reloginho preto) depois na aba “alarmes tape Reading” depois em novo alarme e escolher o “inversão do acumulado da agressão.

Espero que tenha gostado e desejo nos estudos!

Grande abraço e atitude vencedora

Hanna

 

Link para a matéria completa na Revista Exame.

entrevista-exame-claudinho-rca

A Scalper Trader acredita que é possível ter lucros consistentes no Day Trade. Assim, nós acreditamos que ao difundir conhecimento e habilidades específicas, estamos colaborando com o desenvolvimento dos traders.

Deixe seu comentário aqui