Google

A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a natureza do mercado

por

Sabe qual foi uma das frases que mais me marcou enquanto estava no processo de aprendizado (na verdade entrando na 3º fase)?

“Você só vai ganhar dinheiro quando perceber o que o mercado realmente é, e não o que você gostaria que ele fosse”.

Se essa frase tivesse vindo de qualquer pessoa, talvez eu não tivesse dado tanta importância. Mas, quem me disse essa frase foi um dos maiores e melhores Scalpers do pregão viva voz e arrisco a dizer que um dos melhores traders ainda atuantes.

Parecia algo endereçado a mim. Nós tínhamos uma relação profissional de 7 anos e estávamos no início de uma sociedade na gestão de fundos multimercado. No momento em que ouvi a frase eu confesso que entendi, mas não absorvi tal conceito. Soava vago. Só consegui assimilar realmente quando fiquei ao seu lado, acompanhando sua forma de pensar por alguns meses.

Bom deixa eu te contar como eu era antes de ouvir essa frase:

Enquanto estava no início eu realmente acreditava que os gráficos refletiam de maneira objetiva as informações de mercado e que o conhecimento sobre padrões, setups e técnicas operacionais eram determinantespara ganhos consistentes. Era comum gastar horas, olhando gráficos a fim de reconhecer padrões (candlesticks, formações gráficas como W, M, OCO etc..), buscando combinações de indicadores técnicos que melhor explicavam uma grande oscilação de preço passada ou ainda otimizando setups a fim de que o backtesting gerasse o melhor resultado possível dentro de um período pré-estabelecido.

Eu achava que conhecendo sobre estes assuntos eu ganharia confiança e com confiança poderia operar e gerar ganhos frequentes. De fato, convivi neste círculo vicioso (atualmente eu classifico desta maneira) durante toda a fase em que fui Analista Técnico da Interfloat Corretora de Valores. Naquela época possuía um nível de acerto nas análises extremamente elevado e não duvidava de que este caminho estava correto.

A primeira grande decepção veio quando decidi parar de fazer análises e efetivamente voltar a operar (disse voltar a operar porque tinha começado minha carreira tentando operar na física, mas de forma totalmente amadora). No primeiro dia de operações percebi a dificuldade. Foi exatamente nesse dia que ouvi a frase: “Você só vai ganhar dinheiro quando perceber o que o mercado realmente é, e não o que você gostaria que ele fosse”.

Percebi que não conseguia aplicar os conceitos que até o dia anterior eram incontestáveis. Bastou stopar duas vezes seguidas no mesmo ativo e num curto espaço de tempo (coisa que não era tão frequente) para os problemas começarem a surgir. Eu reconhecia os padrões, mas hesitava em entrar, ou quando entrava, não cumpria 100% do que havia planejado.

Eu percebi que eu buscava CERTEZA no mercado, eu buscava GARANTIAS de a operação dar certo. Tentava ao máximo filtrar os padrões que eu via. Eu já tinha experiência em analisar o mercado e acho que isso só piorou a situação durante o final daquele pregão.

Como já havia lido alguns livros sobre psicologia do trade eu reconheci que estava sendo influenciado por fatores psicológicos específicos. Era justamente o que estava escrito nos livros: a diferença entre analisar e operar é justamente o gap psicológico e isso ocorre porque quando você faz análise não há nada em jogo e, portanto, errar e perder dinheiro não geram dor/stress. Uma vez que entra dinheiro em jogo, o trader tende a ser influenciado por fatores emocionais que ora distorcem a informação gerada pelo mercado, ora atuam bloqueando a capacidade de atuação (entrar, sair e stopar).

No português claro a melhor definição para este “gap” é a diferença entre o que você percebe que é possível analisando as oscilações de preço e a capacidade de transformar essa percepção em ganho consistente.

No final daquele dia eu parei para refletir seriamente. Não era uma reflexão normal do dia a dia, era algo sério. Eu estava no primeiro dia de sociedade como trader de um fundo (talvez o projeto mais importante da minha vida até o momento) e estava inseguro. Eu sabia que tinha algumas opções:

1º Entender o gap psicológico e tratá-lo, ou seja, continuaria olhando as mesmas variáveis que eu estava acostumado quando era analista;

2º Automatizar meus critérios operacionais (setups, trading systems etc..). Isso eliminaria o emocional, mas teria que continuar com o mesmo estilo ou conceito de atuação baseado no “grafês”.

3º Me render a algo que eu não sabia (ou não acreditava), me render à uma forma de pensar usada por esse ex Scalper e por praticamente todos traders autônomos bem sucedidos e que operavam há anos dentro da corretora.

O desfecho dessa história eu vou contar mais pra frente, talvez em algum vídeo em resposta a alguns pedidos por e-mail. De qualquer forma logo abaixo vou apresentar apenas um (1) dentre os princípios que sintetizam o que o mercado realmente é.

PRINCÍPIO DA INCERTEZA NOS MERCADOS (1º princípio)

A frase que melhor reflete nossa interação com o mercado é: “tudo pode acontecer a qualquer momento”. Não há nada que ninguém possa fazer para alterar isso. Por mais que você se mate de estudar, ou desenvolva um método quase perfeito, com perdas mínimas, ainda assim não há garantias de antecipar todas as possíveis formas que o mercado se comportará. Pode parecer mais um dos axiomas vagos, mas não é e aqui é justamente onde começam as frustrações.

Para provar que tudo pode acontecer a qualquer momento irei dissecar o mercado em suas partes. Como qualquer mercado, as partes são compostas por traders e mesmo que atualmente haja inúmeros robôs, o propósito de atuação é o mesmo.

Traders, individualmente agem como uma força sobre os preços, fazendo-os subir quando aceitam colocar ordens de compra cada vez mais altas ou cair quando aceitam colocar ordens de venda cada vez mais baixas. E por que traders aceitam pagar cada vez mais caro ou aceitam vender cada vez mais barato que o momento anterior?

Na verdade não temos de saber exatamente todas as razões que motivamos traders agirem, porque em última instância, todas elas se resumem a um único propósito, que é ganhar dinheiro. Há apenas duas maneiras de ganhar dinheiro que são comprar para revender mais caro ou vender para recomprar mais barato. Se for verdadeiro que todos querem ganhar dinheiro, entãosó há uma razão para que qualquer traderaceite pagar mais caro que o preço vigente: porque acredita que pode vender tudo o que ele está comprando a um preço maior ainda, instantes após ou em algum momento no futuro. O mesmo ocorre com o trader que está disposto a vender algo a um preço menor que o vigente: porque acredita que ele poderárecomprar o que ele está vendendo em umpreço mais baixo, posteriormente.

Reparem que todo movimento de preço ocorre em função do que os traders acreditam, naquele exato momento, sobre o futuro e sobre o que é caro ou barato.

Aqui vale uma explicação adicional. Mesmo que um trader esteja vendendo só para zerar uma posição de compra, o que significa sair do mercado, ele só vende em determinado preço por acreditar que não deverá subir mais, naquele momento. Portanto, mesmo não estando mais exposto ele tomou uma decisão baseada na sua expectativa sobre o futuro, corroborando com a descrição acima. O mesmo exemplo serve para o trader recomprando para zerar uma venda.

Voltando ao nosso raciocínio, há apenas três forças primárias que movem qualquer mercado: os traders que acreditam, por qualquer motivo, que o preço atual é barato e por isso compram, os traders queacreditam, também por qualquer motivo, que o preço atual esta elevado e por isso vendem e os traders que, no momento estão esperando para atuar ou na compra ou na venda, caracterizando-se como força potencial. A movimentação dos preços ou a falta demovimentação é uma função do equilíbrio relativo ou desequilíbrio entre duas forças principais: traders que compram por acreditarem que o preço vai subir, e os traders que vendem por acreditarem que o preço vai cair. Se há equilíbrio entre os dois grupos, os preços vão estagnar, porque cada lado irá absorver a força do outro lado. Se existe um desequilíbrio, os preços irão mover-se na direção do lado com maior disposição em dispender lotes.

Agora, faça essa pergunta para você mesmo: Qual o limite para a oscilação dos preços? Quanto é de fato o extremo do barato e quanto é o extremo do caro? Repare que se descermos ao menor nível da composição do mercado, o limite dos preços é o máximo ou o mínimo que cada trader, individualmente, esta disposto a comprar ou vender?

O fato é que não há nada para frear alta ou queda de preço se pelo menos um trader com lote suficiente para mover o mercado, acreditar que os preços ainda estão baratos ou caros, respectivamente.

Como há inúmeros traders atuantes no mercado, operando por razões diversas, com horizontes diversos e com acesso diferenciado à informação é fácil perceber que a todo instante estão presentes opiniões diferentes sobre o que é barato e caro e sob esta perspectiva, tudo é possível de acontecer. Só precisa um trader no mundo todo querer expressar sua opinião sobre o que é barato ou caro.

Você pode dizer, ok, parece óbvio, mas qual a implicação disso nas minhas operações? Aqui esta a resposta: Nós também tomamos uma posição de compra ou de venda (independentemente do que nos motivou entrar) acreditando, que naquele momento, os preços estejam baratos ou caros respectivamente e uma vez dentro do mercado o resultado de nossa operação depende única e exclusivamente da atuação dos demais traders.

Significa que o resultado da nossa operação depende da atuação, individual, de cada trader, cuja atuação é virtualmente ilimitada. Não há nada que você possa fazer para estar certo 100% do tempo, pois basta um trader (com lote relevante) atuar para negar o potencial de ganho do seu trade.

Certa vez ouvi de um trader, que eu julgo um dos melhores traders autônomos de dólar futuro do Brasil (sei por que operei ao seu lado), uma frase que eu lembro e uso até hoje: “Somos passageiros no mercado”. Essa frase carrega um enorme componente de verdade, pois quer dizer exatamente o que estávamos falando. Uma vez posicionados, estamos na mão da decisão de outras pessoas, estamos na mão de um clique, de uma ordem. Basta uma ordem de uma só pessoa, para seu trade dar certo ou errado e não temos controle sobre essa ordem.

Esse é o princípio da incerteza e essa é uma das duras e frias realidades do mercado. Não há nada que você possa fazer para evitar, 100% das vezesestar errado ou perder, pois sempre estaremos na mão da decisão de alguém.

Se você ainda não estiver convencido pense sobre isso: A atuação de cada trader não deixa de ser uma variável de mercado, pois tem o poder de influenciar o preço. Agora, é possível saber quantos traders estão olhando para tela ao mesmo tempo em que você olha? É possível saber quantos estão prestes a entrar no mercado? Saber quantos lotes eles estão dispostos a comprar ou vender? Saber quanto lotes já estão refletidos no preço atual? Saber o momento que eles mudarão as suas mentes e sairão de suas posições? Se o fizerem, por quanto tempo eles vão ficar fora do mercado? Saber quando e em que direção eles voltarão ao mercado?

É uma dúvida interminável, mas que tem que ser considerada. Pois só assim será possível acreditar em incerteza.

Quem efetivamente acredita em incerteza não hesita nem um pouco em agir para cortar o prejuízo quando a operação se mostra perdedora. Quem acredita em incerteza aceita estar errado e não “casa com a posição”, pois reconhece que o resultado da operação é função de variáveis desconhecidas. Quem acredita em incerteza tem flexibilidade e consegue mudar facilmente de opinião, características essenciais para estar no fluxo do mercado.

Para finalizar este princípio farei uma última comparação entre as duas formas de pensar: Quem desconhece ou duvida deste princípio acaba operando com a perspectiva de ter que saber o que vai acontecer no futuro, enquanto quem acredita em incerteza opera com a perspectiva de não criar expectativa sobre o futuro. Quando você precisa saber o que vai acontecer você busca uma relação de causa e efeito baseada no histórico de preços. Nada mais é do que definir uma série de variáveis que indiquem maior probabilidade de subir ou de cair. Muitos chamam isso de setup.

Já que temos uma necessidade de achar o melhor setup cairemos na interminável tentativa de equacionar o passado, buscando a melhor forma de explicar o que aconteceu. Mesmo que encontremos um setup ótimo, ou seja, que tenha gerado um excelente resultado nos testes para aquele período, concordam que ao aplicarmos este setup no futuro incorreremos do mesmo problema? Estaremos sempre na mão de um clique, de uma ordem? Nunca conseguiremos encontrar o ótimo, o perfeito.

Nunca encontraremos a CERTEZA OU GARANTIA, pois o futuro não está escrito!!!

Já quem opera aceitando o princípio da incerteza, não tenta equacionar o passado e nem adivinhar o que vai ocorrer. É uma perspectiva que permite atuar de forma livre e adaptada è realidade do mercado. Permite que você aceite alguns errossem culpa e permite que você aja sem hesitar quando as chances estiverem a seu favor.

Sei que o texto esta longo e cansativo. Escrever, realmente não é nosso forte. Mas aguente só mais um pouco e tente resgatar qual a mensagem deste artigo!!!

Reparou que eu deixei em destaque as palavras CERTEZA, GARANTIA E INCERTEZA? Sabe por quê? Por que olhando de fora hoje, eu acho que essa seja uma das maiores barreiras e que separam os aspirantes dos traders consistentes. Eu disse uma das maiores. Sinceramente não sei qual a maior.

A maior parte dos traders aprendizes ou traders que já estão no mercado há um bom tempo e não conseguem resultados consistentes acham que os traders realmente consistentes têm alguma CERTEZA, GARANTIA sobre direção de preço através setup de um setup infalível e que só eles sabem. Na mente deles, só com algum grau de certeza que é possível ter confiança.

(Você pensando alto…) “André, eu não penso assim. Eu não busco certeza ou garantia!!!”

Agora eu peço para você resgatar na sua memória as duas últimas vezes em que você hesitou em entrar numa operação. O conceito de hesitar é o seu sistema (seja ele mecânico ou discricionário) mostrou compra e você não clicou.

O que você queria naquele momento?

Aposto com você, que queria uma confirmação A MAIS de que aquela indicação estava certa! Não é isso?

Acontece que esse pensamento é uma das coisas que mais separam você dos ganhos consistentes. Quanto mais você buscar CERTEZA OU GARANTIA, seja através do melhor setup ou da melhor estratégia, mais distante você esta de ser consistente.

Se você perguntar para mim, se algum ativo vai subir ou cair eu vou te dizer sem vergonha “não sei”. Se você perguntar para o Antunes o que ele acha que vai acontecer com o dólar logo após a abertura ele vai dizer “não sei”. Nós passamos a creditar em incerteza, acreditar que o futuro não está escrito e que a tentativa de prevê-lo só gera frustração. Abraçamos a imprevisibilidade de tal forma que só olhamos o agora, não importando como vai fechar o mercado, não importando como vai estar amanhã.

Não se sinta chateado, sempre dá tempo de arrumar, só que você tem que querer e acreditar. Troque a certeza pela realidade ou pela probabilidade! Essa é a natureza do mercado.

Prometo que tentarei fazer artigos mais curtos, rs.

PS: Se você tiver interesse em se aprofundar em Análise do Fluxo de Ordens eu sugiro que participe do nosso treinamento gratuito de Tape Reading clicando no botão abaixo.

São 11 dias de aulas e que indiscutivelmente vão te colocar um nível acima no operacional.

curso-gratuito

Grande Abraço e Atitude Vencedora!
André Hanna

A Scalper Trader acredita que é possível ter lucros consistentes no Day Trade. Assim, nós acreditamos que ao difundir conhecimento e habilidades específicas, estamos colaborando com o desenvolvimento dos traders.

4 Comments to A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a natureza do mercado

Deixe seu comentário aqui

  1. Fala Anderson, tudo bem?

    Obrigado pelo feedback…

    Vamos em frente…

    Permanecemos à disposição caso você tenha qualquer dúvida!

    Att

    Equipe Scalper Trader

  2. Gustavo

    Por favor, continuem com artigos longos (assim como este), são os melhores e com mais informações importantes!

    Parabéns!

  3. ADILSON KAZUYA IWAMURA

    Excelente artigo André!
    Concordo plenamente em relação à visão da incerteza e q somos apenas passageiros nesse mercado.